17°/ 29°
Belo Horizonte,
25/OUT/2014
  • (8) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Repressão não é a melhor saída para "rolezinhos", afirma Gilberto Carvalho Para o ministro, o movimento é uma resposta ao preconceito contra algumas classes sociais no país

Agência Brasil

Publicação: 16/01/2014 17:42 Atualização: 16/01/2014 19:06

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta quinta-feira que os encontros de jovens conhecidos como "rolezinhos" são uma resposta ao preconceito contra algumas classes sociais e que não se deve reprimi-los.

Segundo ele, o melhor caminho é dialogar e buscar alternativas para as manifestações dos jovens."Não considero a repressão o melhor caminho, porque tudo o que for feito nessa linha vai ser como colocar gasolina no fogo", disse. O ministro falou sobre o assunto no Recife, onde participou na manhã de hoje de encontro com jovens camponeses e de um evento sobre participação social.

Para Carvalho, tirar conclusões neste momento pode gerar uma "análise precipitada", o que é"temerário e pode incorrer em erro". "Estamos na fase de tentar entender melhor esse fenômeno, que é uma manifestação por abertura de espaços para a juventude, que mostra que cada vez mais não aceita a discriminação e o fechamento de espaços reservados a uma ou outra classe social", avaliou.

A prática dos "rolezinhos" começou no fim do ano passado, em São Paulo. Os primeiros foram organizados por cantores de funk em resposta à aprovação pela Câmara Municipal de um projeto de lei que proibia bailes do estilo musical nas ruas da capital paulista. A proposta foi vetada pelo prefeito Fernando Haddad no início deste ano.

Muitos shoppings têm recorrido à Justiça para impedir os encontros, mas eles continuam sendo organizados. Em Brasília, por exemplo, um "rolezinho" marcado para o próximo dia 25, no Shopping Iguatemi, localizado em um bairro nobre da cidade, já tem 1.887 pessoas confirmadas. O encontros são programados por meio do Facebook.
Tags:

Esta matéria tem: (8) comentários

Autor: Leonidas Galbas Santos
Que tal fazer rolezinho no Planalto. Área pública, ar condicionado ideal para as "manifestações" | Denuncie |

Autor: Marcos Drummond
Falar é fácil. Quero ver este ministro tentar o tal "diálogo". Corre o risco de ser espancado ou no minimo vaiado. Aí manda chamar a polícia com a ordem de "prender e arrebentar"... Contra vandalismo só funciona a repressão e polícia foi crida para manter a ordem e garantir a segurança do cidadão! | Denuncie |

Autor: Pedro Brito
Rolezinho meu ovo esquerdo !!! Trabalhar que é bom a turma não quer !!! | Denuncie |

Autor: Geraldo Trindade
Uma coisa é descriminação, outra coisa é baderna que deve ser combatida. | Denuncie |

Autor: Marcos marcos
Medo de rolezinho que nada, eles estão com medo da amplitude que estes rolezinhos irão chegar, apostem... é apenas o inicio de muitas manifestações. Muda BRASIL !!! | Denuncie |

Autor: Marcos marcos
E apenas o começo de muitos rolezinhos que não só os jovens BRASILEIROS, farão, e apenas o inicio de uma nova jornada de mudanças no BRASIL, tenha certeza, os políticos estão com medo deste inicio de manifestação pelos jovens. RENOVAÇÃO TOTAL DOS POLÍTICOS DO BRASIL JÁ !! Muda BRASIL !! | Denuncie |

Autor: Marcos marcos
Isto e medo de um futuro próximo, sabemos que esta COPA do mundo vai ser a maior bagunça das historias das copas,sera a maior oportunidade dos BRASILEIROS, irem as ruas e mostrar para estes bandidos que roubam, legislam somente a favor próprio como estamos insatisfeitos, e nossa hora! Muda BRASIL !!! | Denuncie |

Autor: sebastião costa
Solução: fechar todo comercio, deixando os baderneiros à vontade. O governo recebe o imposto deles. Fui assaltado 4 vezes no meu pequeno comercio. Fechei, não pago mais imposto e não sou mais roubado. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.