Menina argentina que sofreu queda no Aeroporto do Galeão deixa CTI

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde da criança continua estável; ainda não há previsão de alta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/01/2014 10:04 / atualizado em 10/01/2014 10:17

Correio Braziliense

Camila Palacios, 3 anos, a menina argentina que sofreu uma queda de uma altura de 5 metros em um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo no Terminal 2 do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, deixou ontem o Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Municipal Miguel Couto.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde da criança continua estável. Segundo o órgão, Camila passou para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva, mas ainda não há previsão de alta. De acordo com a Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, que investiga o caso, a mãe de Camila prestou depoimento ontem e outras 11 pessoas foram ouvidas.

O delegado também espera o resultado da perícia, que deve ser concluída até o fim do mês, para encerrar as investigações.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.