Acusada de ter pichado estátua de Drummond junto com mineiro se apresenta à polícia

July Bernardes, de 29 anos, já era investigada por acusações de homicídio, tentativa de homicídio e lesão corporal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/01/2014 20:35 / atualizado em 09/01/2014 20:58

Agência Estado

Reprodução/TVA/Divulgação/Polícia Civil

Acusada de ter pichado a estátua do escritor Carlos Drummond de Andrade em Copacabana na madrugada de 25 de dezembro, July Bernardes Vasconcellos Reis, de 29 anos, apresentou-se nessa quarta-feira à Polícia Civil do Rio. Até o fim da tarde desta quinta-feira, ela ainda prestava depoimento na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, no Jacaré, zona norte do Rio.

Na madrugada do dia 25, July estava acompanhada do comerciante mineiro Pablo Faria, de quem seria namorada. Os dois aparecem juntos em imagens de câmeras de segurança do bairro. De acordo com a polícia fluminense, July já era investigada em inquéritos de duas delegacias (24.ª DP, em Piedade, e 30.ª DP, em Marechal Hermes) sob acusações de homicídio, tentativa de homicídio e lesão corporal. Advogados de July não foram localizados pela reportagem.
Tags: