17°/ 28°
Belo Horizonte,
19/ABR/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Família ganha passagens para buscar os corpos dos parentes em Orlando Os corpos dos três brasileiros ainda não foram liberados. De acordo com a irmã de uma das vítimas, a legislação americana só permite que eles deixem os Estados Unidos depois de cremados

Gizella Rodrigues - Correio Braziliense

Publicação: 15/12/2013 10:44 Atualização: 15/12/2013 10:48

 (Arquivo Pessoal)

Aos poucos, os parentes da família encontrada morta dentro de casa em Orlando, nos Estados Unidos, começam a receber ajuda para trazer ao Brasil os restos mortais de Márcio Luiz Ferraz do Amaral, 45 anos, de Cledione Ruppenthal Ferraz do Amaral, 34, e da pequena Wendy Ferraz do Amaral, 10. A companhia área TAM, onde marido e mulher trabalharam, entrou em contato com Suênia Karolin Ruppenthal, na última sexta-feira, e ofereceu as passagens de ida e volta para ela e um acompanhante irem à Flórida. Agora, a irmã de Cledione tenta conseguir um visto emergencial para embarcar rumo ao país norte-americano.

Suênia nunca saiu do país e precisou tirar um passaporte depois que soube da morte trágica da irmã, do cunhado e da sobrinha. Ela já fez a entrevista, mas o documento só fica pronto no próximo dia 20. Na tentativa de agilizar a viagem, Suênia vai à Polícia Federal na terça-feira para pegar o número do passaporte e, assim, dar entrada no pedido do visto. “Eles ficaram de me dar o número antes de liberarem o documento. Só depois disso posso pedir o visto”, conta.

Os corpos dos três brasileiros ainda não foram liberados. De acordo com Suênia, a legislação americana só permite que eles deixem os Estados Unidos depois de cremados. “Acho que pelo avançado estado de decomposição”, explica. A cremação, no entanto, precisa ser paga pelos familiares no Brasil, e Suênia disse que o consulado brasileiro em Miami, que também tem jurisdição sobre Orlando, informou que o procedimento custa US$ 8 mil para cada corpo. “Mas quem sabe chegando lá eu encontro um preço mais barato? Devem ter várias funerárias que fazem esse trabalho”, acredita.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Lea Campos
Nao e verdade.Pode levar os corpos sem cremar ,o caixao e super especial, e o translado de cada um fica em quase 20 mil dolares, enquanto que a caixinha de cinzas,se pedir autorizacao vai custar /- 250 dolares cada.Vivo nos EEUU e ja participei de varias "vaquinha" p/levar corpo p/ o Brasil. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.