18°/ 28°
Belo Horizonte,
24/ABR/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Após tragédia causada pelas chuvas, governo do Rio anuncia comitê de gestão de crise Pelo menos 600 famílias deverão ser retiradas de casas em áreas de risco e receberão aluguel social

Agência Estado

Publicação: 12/12/2013 15:53 Atualização: 12/12/2013 16:01

As chuvas no município de Queimados deixaram pelo menos 1.900 desalojados (TOPSHOTS/AFP PHOTO/VANDERLEI ALMEIDA )
As chuvas no município de Queimados deixaram pelo menos 1.900 desalojados

Diante do caos e da tragédia causados pelas chuvas no Rio de Janeiro, que atingiram principalmente a zona norte da capital e municípios da Baixada Fluminense, o governo do Estado decidiu criar o Gabinete Integrado da Baixada, com representantes do Estado e das prefeituras da região, e anunciou a formação de um comitê de gestão de crise.

O comitê, que funcionará no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, região central da capital, será coordenado pelo vice-governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), segundo informações divulgadas no Twitter pelo governo do Estado. Pezão é coordenador de Infraestrutura do Estado e pré-candidato ao governo nas eleições de 2014. O anúncio foi feito durante reunião do governador Sérgio Cabral (PMDB) e Pezão com prefeitos da Baixada.

"Sabemos que temos que trabalhar juntos e o que vem por aí", afirmou Cabral sobre a possibilidade de novas chuvas no Estado. Pelo menos 600 famílias deverão ser retiradas de casas em áreas de risco e receberão aluguel social. O prefeito de Queimados, Max Lemos, disse que há 1.900 desalojados no município.

Petrópolis

Em Petrópolis, na Região Serrana, a Defesa Civil registrou 35 ocorrências entre quarta-feira, 11, e quinta-feira, 12. Entre os casos está o de uma casa interditada no bairro Independência. O imóvel construído na beira do rio perdeu sustentação. Os moradores foram para a casa de parentes. No Alto da Serra, um deslizamento derrubou um muro, que provocou rachadura na parede da cozinha de uma casa. O cômodo foi interditado e a família orientada a deixar o local em caso de novas chuvas. As equipes de socorro estão em estado de atenção, monitorando índices pluviométrico.

Nova Iguaçu

A Secretaria Municipal de Defesa Civil e Ordem Pública anunciou que cerca de 100 homens estão trabalhando no distrito de Austin, em Nova Iguaçu, e uma equipe será enviada para o bairro Nossa Senhora da Conceição, após reclamação de moradores, que afirmaram que trabalham por conta própria para retirar a lama e o barro que tomou conta das ruas.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: domicio junior
Depois que a procissão passa se tira o chapéu. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.