Técnica de enfermagem se engana e toma água sanitária em casa de saúde do MA

Líquido estava dentro de garrafa pet em uma geladeira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 24/04/2012 09:49 / atualizado em 24/04/2012 10:04

O Imparcial

Descuido leva a técnica de enfermagem Amanda Lúcia Serra Pinto, de 28 anos, a sofrer lesão grave no esôfago. Segundo informações dos familiares dela, a profissional de saúde ingeriu um copo de água sanitária no local onde trabalha, no Hospital Comunitário Nossa Senhora da Penha, localizado na Rua da Dinamarca, quadra 39, no Anjo da Guarda. Ainda, recentemente, ela tinha passado por um procedimento cirúrgico nos rins.

Jackson de Jesus Pereira, de 54 anos, está revoltado pelo fato que ocorreu a sua sobrinha. Amanda Lúcia participava de uma reunião no serviço, no último sábado, 21. Sentiu sede e se dirigiu até uma geladeira, que fica localizada dentro da sala do setor administrativo, com o objetivo de tomar um copo d’água. Pegou uma garrafa pet onde tinha um líquido que parecia água, mas na verdade era água sanitária. Ao ingerir esse líquido acabou sentindo mal e foi parar em um hospital particular, na capital.

Ainda segundo informações do tio da vítima, ela sofreu uma lesão grave no esôfago e o estado de saúde aspira cuidados médicos até o momento.

A equipe de O Imparcial esteve, na manhã de segunda-feira, 23, nessa casa de saúde, onde falou com uma das funcionárias, identificada como enfermeira Roseane Lustosa. Segundo ela, a técnica de enfermagem ingeriu a água sanitária no local de trabalho, mas a direção já tomou as devidas providências para saber como esse líquido foi parar dentro de uma garrafa na geladeira. Ainda também informou que foram prestados os primeiros socorros no hospital à funcionária e, logo em seguida, foi encaminhada para uma clínica particular.

ÁGUA SANITÁRIA
Água sanitária é uma mistura de água (98%) com um composto chamado Hipoclorito de Sódio (NaClO) (2% a 2,5%). O Hipoclorito de sódio é um forte agente oxidante e daí tem uma função bactericida. Nesta concentração baixa dificilmente causa a morte em uma pessoa saudável (a não ser em organismos debilitados), mas pode causar problemas (diarréia, irritação das mucosas, enjôo, mal-estar). A longo prazo pode ser cancerígeno.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.