11°/ 20°
Belo Horizonte,
30/JUL/2014
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Médico é preso com garota de 13 anos em motel de Pernambuco

Diário de Pernambuco

Publicação: 21/03/2012 08:47 Atualização: 21/03/2012 14:10

Já está no Presídio de Palmares o médico cirurgião Gerluzio Lira e Silva, de 60 anos. Ele foi preso em flagrante na tarde dessa terça-feira no momento em que entrava num motel no município de Catende, Mata Sul do estado, acompanhado de uma adolescente de 13 anos. Ele também portava uma arma - um revólver calibre 38 - que foi encontrado em seu carro.

Gerluzio foi autuado por estupro de vulnerável e porte ilegal de arma e também foi indiciado por exploração sexual de menores, pois segundo a polícia, presenteava a vítima, ou seja, gratificava a adolescente após a prática sexual. Agora, ele ficará preso à disposição da justiça.

O flagrante aconteceu na tarde de ontem após 30 dias de investigação. Durante esse período, segundo a polícia, ele vinha mantendo relações com a adolescente que sofre de epilepsia e era paciente dele numa das unidades de saúde que ele atendia.

Segundo o comissário da Delegacia de Catende, Saulo Barbachan, a denúncia que levou à investigação de Gerluzio chegou ao Disque 100, número criado especialmente para casos de abuso e violência infantil. A partir de então, outras denúncias surgiram, inclusive um caso no Cabo de Santo Agostinho, onde, segundo a polícia, ele também trabalhava. "Há relatos de outras vítimas de diversas cidades da região", explicou o comissário.

As investigações por parte da Polícia Civil de Catende apuraram que, na tarde de ontem, Gerluzio tinha um encontro marcado com uma adolescente. Os agentes montaram campana em frente ao local indicado e, ao chegar em seu carro com a adolescente, por volta das 15 h.

A população da cidade ficou revoltada com a conduta do médico e fez um grande tumulto em frente à delegacia onde o acusado prestava depoimento. De acordo com o comissário da Delegacia de Catende, Saulo Barbachan, Gerluzio é um médico muito conhecido na região por trabalhar na emergência do Hospital Regional de Palmares, na Unidade Mista de Catende, no Posto de Saúde da Cohab e no Centro de Saúde Evangelina Ferreira de Carvalho, onde atuava como clínico e cirurgião geral.
Tags: celular

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Carlos Roberto Haller
Um médico, cidadão que as pessoas depositam total confiança, ainda mais no interior, traí uma comunidade com um crime desta natureza, abusar de uma menor doente, indefesa frente ao algoz. Crime hediondo que a meu ver merece prisão perpétua, ainda mais em se tratando de um elemento culto, médico. | Denuncie |

Autor: jus ticeiro
Ele foi brincar de médico! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.