Polícia Federal age contra o contrabando de agrotóxico no Rio Grande do Sul

Os 20 mandados de prisão estão sendo cumpridos nas cidades de Quaraí, Itaqui, Alegrete, São Borja e Manoel Viana

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/03/2012 08:34 / atualizado em 14/03/2012 09:14

Agência Estado

Agentes da Polícia Federal estão cumprindo 20 mandados de prisão sendo seis preventivas, cinco ações de fiscalização em propriedades rurais, e 33 de busca e apreensão para combater o contrabando de agrotóxicos que ingressam pela fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai e sua utilização em terras brasileiras. Ainda não há informações sobre presos.

Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Quaraí, Itaqui, Alegrete, São Borja e Manoel Viana. Segundo a PF, durante as investigações da Operação Salamanca foram apreendidas cinco toneladas de agrotóxicos e 23 pessoas foram presas em flagrante. Além da prática de contrabando, a quadrilha também cometeu crimes de formação de quadrilha, receptação e crimes contra o meio ambiente.

Durante a fase inicial da Operação foram apreendidos também uma aeronave e 21 veículos. A soma do valor dos bens e da mercadoria apreendida supera R$ 3 milhões. Mais de R$ 100 mil foram pagos em fiança, segundo a PF.

A Operação conta com a participação de mais de 250 policiais e servidores públicos, da Polícia Rodoviária Federal, da Brigada Militar, do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Receita Federal e o apoio da Polícia Civil, da Justiça Federal e do Ministério Público Federal.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.