SIGA O EM

Trump muda tom e diz que russos podem estar por trás dos ataques cibernéticos contra EUA

Segundo o magnata, 'o comitê democrata estava aberto para ser invadido e o sistema deles é muito ruim'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1097787, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Don Emmert/AFP ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/01/11/838732/20170111145703195719o.JPEG', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 11/01/2017 14:49 / atualizado em 11/01/2017 15:14

ANSA

Don Emmert/AFP
(ANSA) - Em uma grave mudança de tom, o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em entrevista coletiva nesta quarta-feira que os russos podem estar por trás dos ataques cibernéticos contra o governo no ano passado.

"Eu acho que foi a Rússia, mas eu acho que não podemos focar em um país só porque tivemos muitas invasões de hackers de várias partes do mundo", disse Trump.

Segundo o magnata, "o comitê democrata estava aberto para ser invadido e o sistema deles é muito ruim. Eles tentaram sim entrar e invadir os computadores dos republicanos, mas não conseguiram, e temos que fazer isso pelo país".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600