SIGA O EM

Partido de Erdogan quer reforçar poder presidencial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 01/12/2016 12:31

AFP /Agence France-Presse

Um projeto de reforma constitucional na Turquia para reforçar o poder do presidente será apresentado na próxima semana no Parlamento pelo partido islamita moderado AKP no poder e MHP (direita nacionalista), anunciou nesta quinta-feira o primeiro-ministro Binali Yildirim.

"Submeteremos nossa proposta de reforma constitucional à Grande Assembleia Nacional da Turquia na próxima semana", disse Yildirim.

Se o projeto for aprovado pelo Parlamento, será submetido a um referendo "no início do verão" boreal, acrescentou o primeiro-ministro depois de se reunir com o dirigente da direita nacionalista Devlet Bahçeli.

O projeto de reforma que o governo deseja prevê a transferência do essencial do poder executivo do primeiro-ministro ao presidente.

Uma reforma da Constituição precisa de uma maioria de dois terços dos deputados (367) para ser adotada diretamente ou de três quintos (330) para ser submetida a referendo.

O Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) dispõe de 317 deputados, razão pela qual para alcançar os três quintos precisa do apoio dos 40 deputados do Partido de Ação Nacionalista (MHP).



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600