SIGA O EM

Malware para Android rouba dados de um milhão de contas do Google

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 30/11/2016 19:01

AFP /Agence France-Presse

Um 'malware' (software malicioso) concebido para atacar smartphones com sistema Android afetou as contas de mais de um milhão de usuários do Google, disseram na quarta-feira investigadores de segurança.

Segundo o relatório da empresa Check Point Software Technologies, o malware batizado Gooligan atacou aparelhos com os sistemas Android 4.0 e 5.0, que representam quase 74% dos dispositivos móveis que utilizam o sistema operativo com tecnologia do Google.

Através dos ataques é possível roubar endereços de email e dados de autentificação armazenados nos dispositivos, de modo a ter acesso aos dados mais sensíveis de contas de Gmail, Google Fotos, Google Docs e demais serviços, afirmou a Check Point.

"Este roubo de dados de mais de um milhão de contas do Google é muito alarmante e representa a próxima fase dos ciberataques", disse Michael Shaulov, chefe de produtos móveis da Check Point.

"Estamos vendo uma mudança da estratégia dos hackers, que agora estão orientados a dispositivos móveis com o objetivo de obter a informação confidencial que é armazenada neles", explicou.

Investigadores da Check Point descobriram o Gooligan em um aplicativo no ano passado, e uma nova variante apareceu em agosto de 2016, a qual afeta cerca de 13.000 dispositivos diariamente. No total, 57% dos celulares com esses sistemas estão na Ásia, e 9% na Europa.

"A infecção começa quando um usuário baixa e instala um aplicativo infectado pelo Gooligan em um dispositivo Android vulnerável, ou ao clicar em links maliciosos que vêm em mensagens do tipo phishing", disse a empresa em um comunicado, em referência à prática de obter informações e dados pessoais através de mensagens falsas.

A Check Point disse que enviou os detalhes do malware ao Google. O gigante da internet não respondeu imediatamente a uma solicitação da AFP para comentar o assunto.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600