SIGA O EM

O que se sabe sobre o acidente aéreo da Chapecoense na Colômbia?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 29/11/2016 22:37

AFP /Agence France-Presse

O avião em que viajava a equipe da Chapecoense para disputar a final da Copa Sul-americana contra o Atlético Nacional de Medellín caiu na noite de segunda-feira nas montanhas do noroeste da Colômbia, deixando 71 mortos.

A seguir, o que se sabe até agora sobre o acidente, ao qual seis pessoas sobreviveram.

O que aconteceu?

O avião de matrícula boliviana CP2933 da empresa Lamia, que fazia a rota Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) - Rionegro (Colômbia), reportou "falhas elétricas" por volta das 22h00 de segunda-feira (01h00 de terça, hora de Brasília) e se declarou em emergência entre os municípios de La Ceja e La Unión, 50 km a sudeste de Medellín.

Pouco depois, o avião caiu perto de seu destino, o aeroporto internacional de Rionegro, que atende a Medellín.

A aeronave bateu nas montanhas de Cerro Gordo, onde a fuselagem ficou destruída e seus restos, espalhados por um barranco.

As autoridades reportaram ter encontrado as caixas-pretas, mas não informaram quanto tempo levará a análise de seu conteúdo.

Uma fonte militar assegurou à AFP que a principal hipótese da causa do acidente é falta de combustível. "É muito suspeito que apesar do impacto não tenha havido explosão. Isso reforça a teoria de falta de gasolina", disse.

Quantos morreram?

Ao final dos trabalhos de resgate, o balanço oficial da tragédia é de 71 mortos, cujos restos já foram retirados, e seis sobreviventes que estão hospitalizados (três jogadores, dois tripulantes e um jornalista).

Na lista original de passageiros constavam 81 pessoas: 72 passageiros e nove tripulantes. No entanto, após rever a informação, as autoridades concluíram que foram 68 os passageiros de um total de 77 pessoas a bordo.

Depois de uma visita ao local da catástrofe, o governador do departamento (estado) de Antioquia, Luis Pérez, considerou um "milagre" que tenha havido sobreviventes.

Quem eram as vítimas?

O avião levava jogadores e diretores da equipe brasileira Chapecoense, um pequeno clube catarinense que vivia uma temporada de sonho, após ter superado uma série de obstáculos e chegar à final da Copa Sul-americana, o segundo torneio regional depois da Copa Libertadores.

Um dos goleiros do clube, Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, foi resgatado com vida, mas morreu a caminho do hospital.

Havia 21 jornalistas a bordo, entre eles vários da Fox Sports, canal que transmite com exclusividade as partidas da Copa Sul-americana. O jornalista Ivan Carlos Agnoletto aparecia na lista oficial, mas acabou não embarcando no avião.

Qual era o avião?

A aeronave, uma BA 146, fabricada pela British Aeroespace, modelo RJ85, entrou em operações em 1999. O jato de quatro motores tinha sido usado por outras duas companhias aéreas antes de ser comprado pela empresa Lamia.

A Subdivisão de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido (AAIB, na sigla em inglês) anunciou o envio de pessoal para a Colômbia junto com representantes da fabricante do avião, a BAE Systems, para ajudar com as investigações.

A mesma aeronave tinha sido usada por outros clubes latino-americanos e há duas semanas transportou a seleção argentina, com o astro Lionel Messi a bordo.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600