SIGA O EM

Venezuelanos em Miami "acompanham euforia" dos cubanos exilados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 26/11/2016 08:52

AFP /Agence France-Presse

Um grupo de venezuelanos em Miami "acompanhou em sua euforia" os exilados cubanos na madrugada de sábado, nos festejos no bastião do exílio após a morte de Fidel Castro.

"A Organização de Venezuelanos Perseguidos Políticos no Exílio (Veppex) acompanha em sua euforia e sentimento o glorioso exílio cubano pela morte do ditador Fidel Castro Ruz", afirmou o comunicado.

Veppex, presidida pelo ex-militar José Antonio Colina, acrescentou que agora o presidente da Venezuela "Nicolás Maduro ficou seu seu mentor político", em referência à aliança entre Caracas e Havana.

Fidel Castro morreu na noite de sexta-feira aos 90 anos, segundo o anúncio de seu irmão Raúl.

"A morte deste ditador, que tanta tristeza e desgraças causou ao nobre povo de Cuba, é o primeiro passo para o desaparecimento absoluto desse atroz regime de esquerda", acrescentou a organização.

Este tom acompanha as celebrações que aconteceram em Miami na madrugada de sábado, quando milhares de cubanos festejavam com panelas e tambores ao grito de "Cuba livre!".

Na Flórida vivem cerca 100.000 venezuelanos, muitos deles chegados durante os governos chavistas. Aproximadamente dois milhões de cubanos vivem nos Estados Unidos, 68% na Flórida.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600