SIGA O EM

Morre David Hamilton, fotógrafo conhecido pelas imagens de adolescentes nuas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 25/11/2016 23:10

AFP /Agence France-Presse

Famoso por suas imagens de adolescentes nuas e recentemente acusado de estupro por várias de suas então modelos, o fotógrafo britânico David Hamilton, de 83, foi encontrado morto nesta sexta-feira à noite (25) em sua casa em Paris, onde vivia há 20 anos.

Após um chamado de sua residência no sul de Paris pouco depois das 20h30 (17h30, horário de Brasília), os bombeiros encontraram "uma pessoa com parada cardiorrespiratória", disse uma fonte dos serviços de urgência.

Seu falecimento foi constatado uma hora depois, indicou uma fonte próxima, acrescentando que remédios foram encontrados perto do corpo.

Com traços impressionistas, sua obra sempre suscitou um intenso debate sobre os limites da arte e da pornografia infantil. A polêmica alimentou sua popularidade e o levou a vender dois milhões de cópias de seus livros.

Várias mulheres acusaram o fotógrafo de tê-las violentado quando eram adolescentes. Entre elas, está a apresentadora de televisão francesa Flavie Flament, de 42 anos.

Hamilton rejeitou as acusações e ameaçou processar essas mulheres por difamação.

"Sou inocente e devo ser considerado como tal", declarou, em nota enviada na terça-feira à AFP.

"Atualmente, não sou objeto de qualquer acusação formal.(...) Sou inocente e devo ser considerado como tal", alegou.

Em 2015, o fotógrafo defendeu a estética e a temática de sua obra.

"As feministas sempre me deixaram tranquilo. E meu trabalho não tem nada a ver com a vulgaridade que existe nos dias atuais", afirmou, em entrevista à revista "Gala".

Em seu livro "La consolation", Flavie Flament revela que foi estuprada há cerca de 30 anos por um conhecido fotógrafo, sem citar seu nome.

Depois da publicação do livro de Flament, vieram à tona os relatos de outras mulheres, contando que foram violentadas por Hamilton na adolescência.

A apresentadora acabou revelando o nome de seu suposto agressor na semana passada.

"O homem que me violentou quando eu tinha 13 anos é David Hamilton", declarou em uma entrevista.

Referindo-se ao risco de ser acusada de difamação, Flavie explicou que "não tinha o direito de citar o nome de David Hamilton em seu livro porque (...) atualmente a prescrição é uma dupla condenação para as vítimas de estupro".

Na França, o crime de estupro de menores prescreve 20 anos a partir da maioridade da suposta vítima.

Flament reagiu quase imediatamente à morte de Hamilton e disse à AFP que está "arrasada com a notícia".

"O horror desse anúncio nunca vai conseguir apagar o das noites de vigilância", afirmou.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600