SIGA O EM

Suspeito de morte de idosa no sul da França não tem ligação com terrorismo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 25/11/2016 09:31

Agência Estado

Paris, 25 - Um promotor francês, Christophe Barret, afirmou que não havia relação aparente entre o suspeito de um ataque a facadas que matou uma idosa e o terrorismo islâmico. O episódio ocorreu em uma casa de repouso para missionários católicos no sul da França, em Montferrier-sur-Lez.

Promotor de Montpellier, Barret afirmou que o suspeito aparentemente era alguém ligado à casa de repouso, sem dar mais detalhes. Investigadores descobriram uma pistola de ar e outros elementos que a autoridade não detalharia em um carro próximo ao local, o que ajudou a identificar o suspeito.

Cerca de 100 policiais buscam o suspeito, após o ataque contra a mulher ocorrido na noite de quinta-feira. Fonte: Associated Press.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600