Publicidade

Estado de Minas

Autoridades mexicanas encontram 32 corpos e 9 cabeças em fossas clandestinas


postado em 25/11/2016 01:37

Ao todo, 32 cadáveres e nove cabeças foram retiradas pelas autoridades mexicanas de várias fossas clandestinas descobertas no violento estado mexicano de Guerrero, no sul do país - informou o governo regional nesta quinta-feira (24).

"Terríveis as descobertas", declarou o porta-voz de Segurança do governo de Guerrero, Roberto Álvarez, ao se referir à retirada dos corpos feita entre terça e quinta, em quase 20 valas encontradas no Cerro Tenanchitla da localidade de Pochahuixco, município de Zitla.

"Terminaram as escavações em 20 fossas clandestinas, das quais se recuperaram 32 corpos e nove extremidades cefáleas", que foram transportadas para Chilpancingo, a capital de Guerrero, para o processo de identificação, relatou Álvarez em um comunicado.

Todas as fossas descobertas já foram escavadas. O Exército continua em busca de indícios que permitam a localização de mais fossas, completou o comunicado.

As fossas clandestinas são um meio usado pelos chefões do tráfico de drogas no México para se livrar de suas vítimas.

No fim de semana passado em Guerrero, pelo menos 24 pessoas foram assassinadas. No domingo à noite, os agentes encontraram os corpos de nove homens com claros sinais de tortura, em uma estrada de Tixtla ao povoado de Atliaca, na região central de Guerrero.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade