SIGA O EM

Índios são dispersados do Congresso com gás de pimenta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 23/11/2016 19:10

AFP /Agence France-Presse

Cerca de 300 índios que tentaram entrar na Câmara dos Deputados, em Brasília, nesta quarta-feira, durante uma manifestação em defesa de suas terras, foram dispersados com gás de pimenta pela polícia legislativa, informou a assessoria de imprensa do Congresso.

O grupo de índios, que portava flechas, usava penas e alguns estavam sem camisa, queria entrar na Câmara para ter voz na sessão da comissão de investigação contra a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A assessoria da Câmara informou que não era possível permitir a entrada de um grupo tão numeroso no local.

"Chegaram a superar a barreira policial em um dos anexos e a polícia legislativa usou o gás para contê-los", assinalou uma funcionária à AFP.

O grupo se dirigiu para outro edifício, onde voltaram a ser bloqueados pelos seguranças.

O Conselho Indigenista Missionário denunciou que os manifestantes foram reprimidos como "uma quantidade exagerada de spray de pimenta".

Alguns dos índios levantavam cartazes contra "terras indígenas para os estrangeiros" e também contra a polêmica Proposta de Emenda à Constituição 55 (antiga PEC 241) de congelamento de gastos.

Na terça-feira, um numeroso grupo de índios, pescadores e representantes de ofícios tradicionais ocuparam durante horas as galerias externas do Palácio do Planalto em um protesto contra o agronegócio e as indústrias que ameaçam suas atividades.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600