Estado de Minas - Acompanhe as últimas notícias sobre Minas Gerais, economia, política, nacional, internacional, ciência e tecnologia Guri

SIGA O EM

Menino veio do Rio de Janeiro para BH por causa da ginástica artística

Lucas Eduardo Costa, de 13 anos é um dos destaques na sua categoria

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/09/2015 11:17 / atualizado em 05/09/2015 19:30

Leandro Couri/EM/D.A Press

O esporte o trouxe de Nilópolis, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, para Belo Horizonte. Desde janeiro na capital, Lucas Eduardo Costa começou na ginástica artística aos 6 anos, por sugestão de uma tia, que o observou brincando no balanço da casa da avó e achou que o garoto levava jeito para o esporte.

Sua tia foi tão precisa na avaliação, que, da escolinha no Flamengo para a equipe de treino do clube foram poucos meses. Aos 9, já competia. Hoje, com 13, ele treina no Minas Tênis Clube (MTC) e é um dos destaques na sua categoria. Apoio da família não falta. O pai o acompanhou na mudança e até arrumou emprego em BH. A mãe, a avó e os irmãos ficam no Rio. A saudade aperta, as ligações são diárias e, sempre que possível, a família tenta se reunir.

Tricampeão brasileiro, o atleta mirim tem uma rotina corrida. “É difícil. Até os professores ficam surpresos e perguntam que horas fazemos o dever de casa. Quando chego em casa, tenho tempo só de comer alguma coisa e ir deitar, porque, no dia seguinte, tem tudo de novo”, conta.

Ele treina cerca de três horas por dia, de segunda a sexta. A ginástica exige muito do atleta. Os meninos treinam seis aparelhos: solo, cavalo, argolas, salto, barras paralelas e barra fixa. As garotas, quatro: solo, salto, barras assimétricas e barra de equilíbrio.

Lucas acorda cedo e vai para o colégio. As aulas acabam às 11h45 e ele segue direto para o MTC. Lá ele almoça, e, depois, adianta o dever de casa antes do treino, das 14h às 18h. Durante as férias escolares, os treinos ocorrem em dois períodos.

Toda dedicação e tempo de ginástica deixaram Lucas com uma musculatura não muito comum para sua idade, o que já lhe rendeu algumas fãs. “As meninas do colégio ficam me pedindo para levantar a camisa”, diz, envergonhado. 

Com pouco tempo livre para se divertir, os passatempos prediletos dele são jogar futebol, pingue-pongue e ir ao shopping, cinema e festinhas com os amigos. A adaptação em BH foi boa e Mosquito, como é chamado pelos colegas de treino, já levou alguns colegas para sua casa no Rio. Outro fator que ajudou na ambientação dele na cidade foi o fato de ele já ter treinado com seu técnico, Pietro Leddomado, durante o período que defendeu o Flamengo.

Sobre seus sonhos, Lucas Eduardo espera competir numa olimpíada. Ele sabe que não tem como disputar os jogos do Rio no ano que vem, mas diz que vai “treinar bastante para chegar em 2020”. Entre os ídolos na ginástica estão o japonês Kohei Uchimura e o brasileiro Diego Hypólito. Outro sonho dele: trabalhar no Google. “Sempre me interessei por tecnologia”, revela.




ONDE PRATICAR

• Minas Tênis Clube
Rua da Bahia, 2.244, Lourdes
(31) 3516-1000
Tags: ginástica
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600