Publicidade

Estado de Minas

PM apreende oito metralhadoras de fabricação americana escondidas em caminhão

O armamento foi apreendido em Santa Juliana, na Região do Alto Paranaíba, depois de um levantamento do serviço de inteligência da corporação. Dois homens foram presos


postado em 08/09/2017 17:50 / atualizado em 08/09/2017 20:42

As armas estavam próximas ao eixo de um caminhão (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
As armas estavam próximas ao eixo de um caminhão (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)

O trabalho do serviço de inteligência da Polícia Militar (PM) resultou na apreensão de oito metralhadores calibre 9 milímetros, de uso restrito das Forças Armadas, de fabricação americana. O arsenal estava escondido embaixo de um caminhão que foi abordado às margens da BR-452, estrada que liga Araxá e Uberlândia, na entre o Alto Paranaíba e o Triângulo Mineiro. Dois homens foram presos. A suspeita é de tráfico internacional de armas. Por causa disso, o caso será investigado pela Polícia Federal (PF).

A operação da PM foi montada depois que o serviço de inteligência da corporação conseguiu informações de que um veículo passaria pela rodovia com armas e drogas. “Os dados foram passados para os militares de Santa Juliana (Região do Alto Paranaíba). Eles foram até a BR-452 e conseguiram abordar o caminhão”, explicou o tenente Mateus Dias Campos, assessor de comunicação do 37º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela área.

Durante a vistoria no veículo de carga, os policiais encontraram as armas escondidas. “ As metralhadoras estavam na parte de baixo do caminhão, perto do eixo. Foram localizadas oito metralhadoras calibre 9 milímetros de uso restrito e de fabricação americana. Cada arma estava com dois carregadores, ou seja, foram apreendidos 16 no total”, afirma o tenente.

Junto às armas foram encontrados 16 carregadores(foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Junto às armas foram encontrados 16 carregadores (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)


No caminhão estavam dois homens, de 33 e 44 anos. Eles deram uma versão que fariam o trajeto entre a Bahia e São Paulo, mas os dados não convenceram os policiais. “Essa rota não bate. Pois o trajeto apresentado por eles não passa pelo Triângulo Mineiro”, diz Mateus Campos. Os nomes dos dois envolvidos não foram divulgados. Um deles já tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo.

As oito metralhadores de fabricação americana foram encaminhadas para a delegacia da Polícia Federal de Uberlândia, assim com os dois homens presos. A ocorrência será encerrada como tráfico internacional de armas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade