Publicidade

Estado de Minas

PRF encontra mais de 300 quilos de maconha em fundo falso de carreta na BR-262

O veículo de carga foi abordado próximo a cidade de Florestal, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Motorista acabou preso em flagrante


postado em 21/08/2017 17:51

Carreta transportava centenas de tabletes de maconha(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
Carreta transportava centenas de tabletes de maconha (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)

Uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) terminou na apreensão de mais de 300 quilos de maconha na tarde desta segunda-feira na BR-262, em Florestal, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A droga estava escondida no fundo falso de uma carreta. O motorista foi preso, mas não deu detalhes do destino do material e quanto recebeu para fazer o transporte.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi abordado por volta das 15h no km 389 da rodovia. A equipe tática da corporação fazia uma fiscalização de rotina e desconfiaram do veículo. Em conversa com o condutor, os agentes desconfiaram de alguma irregularidade no veículo de carga. Por isso, fizeram buscas.

Com a ajuda de cães farejadores, foram encontrados centenas de tabletes de maconha escondidos na lataria. Um fundo falso foi desmontado. O entorpecente estava na lateral e próximo a cabine. Os locais estavam protegidos por chapas de aço e tapeçaria.

O material foi levado para o posto da PRF em Betim, também na Grande Bh, onde será pesado e contabilizado. A corporação adiantou que a estimativa é que tenha entre 300 e 400 quilos de entorpecente. O motorista, que não teve o nome divulgado, foi preso em flagrantes por tráfico de drogas.

Motorista foi preso em flagrante por tráfico de drogas(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
Motorista foi preso em flagrante por tráfico de drogas (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade