Publicidade

Estado de Minas

Público celebra a boa mesa em festival de gastronomia de Tiradentes


postado em 20/08/2017 06:00 / atualizado em 21/08/2017 07:57

Turistas de Salvador, Bianca Torres e Igor Tinoco aprenderam a fazer massa caseira com molho de carne de lata(foto: Rodrigo Sampaio/Divulgação)
Turistas de Salvador, Bianca Torres e Igor Tinoco aprenderam a fazer massa caseira com molho de carne de lata (foto: Rodrigo Sampaio/Divulgação)
Queijo, café, cachaça, carne de lata, doce de leite e muitas gostosuras mais: a rica e diversificada cozinha mineira de raiz é o tema da 20ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, programa já tradicional para quem gosta de culinária. Com abertura na sexta-feira e em cartaz até o próximo domingo (27), o evento oferece ao público agenda diversificada de cursos, palestras, aulas ao vivo e muita comida boa, com a participação de chefs convidados e de restaurantes da cidade turística, reconhecida pela excelência à mesa e por projetar a cena gourmet mineira no Brasil e no exterior.

Segundo a organização, a estimativa é fechar o balanço com a presença de mais de 45 mil pessoas, número de visitantes registrado no ano passado. Para comemorar a data redonda e as duas décadas de boa mesa, o Fartura – Comidas do Brasil, projeto assinado pelo empresário Rodrigo Ferraz, diretor e organizador do festival, destacou a tradicional cozinha mineira como tema da edição.

“Eleger uma gastronomia como melhor ou pior é algo relativo. Mas após visitar todo o Brasil com esse foco, tenho uma certeza: Minas Gerais é o lugar onde se come melhor. Não só pela fartura, riqueza gastronômica e tradição, mas pela receptividade do mineiro, pela importância econômica que temos em nossa gastronomia”, apontou.

Surpresa

Movimentando a cidade, o público celebra a boa mesa, experimentando opções diversificadas que vão do tira-gosto a receitas sofisticadas como lagosta e tem a oportunidade de saber mais sobre ingredientes e técnicas de preparo. Em aula ao vivo, o chef Igor Izidro Serravitti ensinou receita de massa caseira com molho de carne de lata. Entre os alunos, os turistas Bianca Torres e Igor Tinoco, de Salvador. “Viemos da Bahia para o festival, que proporciona experiências únicas.

As aulas estão concorridas, mas vale a pena chegar mais cedo para garantir a inscrição”, afirmou Bianca. Pela primeira vez no festival, Rafael Junior Fonseca Pereira, assistente jurídico, elogiou o serviço e a porção de kobe burger do restaurante Osso. “O atendimento é perfeito e a experiência gastronômica sensacional.”

Nesta edição, iniciativa inédita do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) surpreende ao oferecer uma experiência gourmet gratuita a alguns visitantes: uma refeição preparada ao vivo, em uma cozinha trailler acoplada a um tuk tuk, com serviço completo (couvert, entrada, prato principal e sobremesa, harmonizados com bebidas produzidas no estado, como hidromel e vinho). “Nossa ideia é chamar a atenção para o projeto. Os primórdios da gastronomia mineira por meio da interatividade com o visitante”, disse o chef Ronnie Peterson.

Na estreia do programa, o casal Átila Rocha dos Santos e Ellen Marques dos Santos foi contemplado com um jantar. “A experiência foi surreal, inesquecível, e muito saborosa. Estamos comemorando 20 anos de casamento e fomos surpreendidos com essa iniciativa de serviço impecável, um jantar de gala”, celebrou o visitante. Entre os pratos, ele destacou os sabores da focaccia feita com farinha de inhame, a verdura maria-gondó em caldo de madioquinha e o creme de taioba servido sobre uma generosa posta de bacalhau. “Ficamos maravilhados”, resumiu.

Durante o dia de ontem, mais duas edições da experiência tuk-tuk fizeram a alegria do público, que também se esbaldou com a oferta dos restaurantes montados no Largo das Forras e na Praça da Rodoviária. O chef Flávio Trombino, do Restaurante Xapuri, levou nada menos que 3 mil porções para o festival, incluindo o arroz preguento do bento (coxa e contracoxa desossadas em redução de caldo, guarnecidas com cogumelos-de-paris).

“A cidade está muito cheia e o público animado”, comemorou. Para o Ro.Za Bistrô, o chef Sidney Castro preparou bacalhau, anéis de lula à dorê e lagosta, um dos pratos mais fotografados para as redes sociais. “Surpreendi com uma receita bem sofisticada, de cozimento lento e depois grelhada. Espero vender mais de 200 porções este fim de semana.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade