Publicidade

Estado de Minas

Dono de padaria reage a assalto e mata homem para defender funcionários

O criminoso levou um tiro no ombro esquerdo e morreu enquanto fugia do local do crime. O comerciante ainda não foi encontrado


postado em 13/08/2017 18:30

A Polícia Militar de Itaúna, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, tenta localizar o dono de uma padaria que matou um assaltante na manhã deste domingo. O atirador surpreendeu o criminoso que ameaçava os atendentes do seu estabelecimento comercial com um disparo. Em seguida, fugiu com medo de ser alvo de retaliações e ainda não se apresentou para prestar esclarecimentos.

Segundo a PM, dois homens chegaram à padaria, no Bairro Garcias, em uma motocicleta. Armado, o garupa anunciou o assalto e começou a ameaçar de morte os atendentes, enquanto retirava o dinheiro do caixa. "O proprietário da padaria reagiu ao assalto e, de posse de uma arma de fogo, desferiu um disparo na direção do criminoso", contou o soldado Rafael Pereira, da 5ª Companhia Independente da PM.

Mesmo ferido, o assaltante conseguiu deixar a padaria e fugiu com o comparsa. Só que ele acabou caindo da garupa da moto 200 metros adiante e morreu. A bala atingiu o ombro esquerdo do criminoso, identificado como Jonathan Aluisio da Silva, de 24 anos. A arma utilizada no assalto, uma garrucha calibre 32, estava ao lado do corpo do baleado. A PM ainda encontrou no local R$ 494 em dinheiro, que havia sido roubado do caixa da padaria. O outro assaltante conseguiu fugir.

A polícia ainda não sabe informar se o autor do disparo tinha posse de arma. "Segundo a esposa, ele nem sabia que o assaltante tinha falecido. Na verdade, ele fugiu com medo de retaliações", acrescentou o soldado Rafael.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade