SIGA O EM

Idoso é brutalmente assassinado em fazenda em Ouro Preto

A família suspeita que o autor do crime seja algum conhecido. Outro homem foi morto no local há aproximadamente quatro anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 11/08/2017 20:45 / atualizado em 11/08/2017 21:22

Lucas Soares* /

Um idoso de 88 anos foi decapitado na fazenda onde vivia, na zona rural de Ouro Preto (Região Central), na noite dessa quinta-feira. O corpo de José Gualberto da Rocha, de 88 anos, foi arrastado por 150 metros até uma moita de bambus, onde foi abandonado.

O filho dele, Tarcísio Rocha, de 44, suspeita que o crime tenha sido arquitetado por algum conhecido. Segundo ele, o criminoso conseguiu abrir o portão e teve fácil acesso à casa. "Ela estava toda revirada, com as luzes acesas e as janelas abertas", conta Tarcísio, que diz não ter sentido falta de nenhum pertence do idoso. "Passei para a polícia alguns contatos que meu pai tinha para que as investigações tenham início."

Há quatro anos, um empregado de José também foi assassinado na fazenda onde o idoso morava. Ele teria sofrido uma perfuração na nuca e morreu no local do crime. "Meu pai o procurou no outro dia, mas, somente com a ajuda dos cachorros o encontrou morto. Não investigaram o caso", disse o filho. "A gente não vê razão para isso. Logo em uma cidade turística, calma", lamenta. "Isso ainda é uma incógnita para nós", conclui Tarcísio. As últimas homenagens ao idoso serão prestadas no sábado.

O boletim de ocorrência foi feito nesta sexta-feira. A reportagem do EM.com tentou contato com a polícia da região, mas foi informada que os detalhes do caso só poderiam ser passados na segunda-feira.

 

*Estagiário sob supervisão do editor André Garcia

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600