SIGA O EM

Homem suspeito de matar nora a pauladas em Caeté é preso pela polícia

Vítima era mãe de dois netos do suspeito e briga teria sido motivada por questões financeiras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 19/06/2017 17:03 / atualizado em 19/06/2017 17:51

Mirna de Moura * /Jornalismo

Edgar Nereu Cândido, de 58 anos, suspeito de matar a pauladas a nora Leila de Araújo Flávio Cândido, de 28, no último dia 8, foi preso pela Polícia Civil. O assassinato teria acontecido por um desentendimento entre os dois por motivo financeiro, no Bairro São Geraldo, em Caeté.

Segundo policiais militares que registraram a ocorrência, testemunhas contaram que Leila teria pedido dinheiro ao sogro e ao ex-marido para realizar uma festa de aniversário para o menino mais velho do casal, que fez 11 anos no sábado (10). Uma amiga próxima de Leila contou que ela estava em processo de separação do filho do suspeito e que ele não pagava pensão.

Contudo, a polícia não confirma os pedidos de pensão supostamente feitos pela vítima. A PM disse ainda que o ex-marido da vítima não compareceu à última audiência de conciliação no processo de divórcio do casal e que ele é funcionário de uma mineradora da região.

A amiga da vítima narrou que no dia do crime o ex-sogro ficou nervoso com as cobranças de Leila, pegou um cabo de madeira parecido ao de uma enxada e deu várias pauladas, principalmente na cabeça e nos braços, que resultaram na morte da vítima no quintal da casa. A versão foi confirmada pela polícia.

A morte foi constatada pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o cabo utilizado no assassinato foi recolhido pela Polícia Civil.

 

 * Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600