SIGA O EM

Em surto psicótico, grávida depreda agência da Caixa no Centro de BH

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1110973, 'arquivo_grande': None, 'credito': 'Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Peritos da Pol\xedcia Federal colheram amostras gen\xe9ticas deixadas no local', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/03/19/855549/20170319170654350981i.CEF', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 19/03/2017 17:03

Marcelo da Fonseca

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Uma moradora de rua, grávida, depredou uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã deste domingo.

Peritos da Polícia Federal estiveram na agência nesta tarde para registrar os prejuízos e colher amostras genéticas deixadas no local. Segundo o perito Eduardo Kraemer Goes, não houve tentativa de arrombar os caixas eletrônicos.

“Foi um surto psicótico. A mulher destruiu o vidro do balcão e jogou tudo no chão”, disse.

A Polícia Militar registrou boletim de ocorrência e levantou as características da mulher por meio de imagens do circuito interno de TV da agência.

A agência fica na Avenida Bias Fortes entre as ruas Curitiba e Santa Catarina. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Danos ao Patrimônio.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Carlos
Carlos - 20de Março às 09:49
Efeito do sofrimento imposto a ela por tanta corrupção e recursos desviados para ernriquecimento pessoal. Provavelmente estava sob efeito de drogas. Enquanto isso o chefe da quadrilha ainda está solto.
 
Wander
Wander - 20de Março às 09:07
Não é surto psicótico. É paranóia... nóia...como dizem.
 
José
José - 20de Março às 08:22
Não é preciso surto psicótico para querer destruir qualquer coisa que se refira a essa empresa. Somente o modo como trata os clientes, os juros abusivos e a corrupção já seriam motivos mais que nobres para revoltas..
 
sandro
sandro - 19de Março às 18:21
porque que ela nao resolveu foi dar cabeçadas na parede e nas portas de blindex? Era bem mais emocionante. Morador de rua sofre, viu....mas quando a figura é bandida, nao tem jeito.