Publicidade

Estado de Minas

Criolo presta homenagem a vítimas de Mariana, um ano após desastre

Rapper paulista divulgou vídeo em que lê poema sobre o rompimento da barragem, que matou 19 pessoas em 5 de novembro de 2015


postado em 02/11/2016 12:59 / atualizado em 02/11/2016 20:53


Na semana em que se completa um ano da tragédia de Mariana, que deixou 19 mortos e destruiu povoados em 5 de novembro do ano passado, com o rompimento da Barragem do Fundão, o rapper paulista Criolo prestou homenagem às vítimas.

O artista publicou em seu Facebook, na noite de terça-feira, um vídeo em que aparece lendo um poema sobre o desastre ambiental. “Morre gente, morre planta, morre bicho”, diz o cantor.

Até o momento, o vídeo teve mais de 13 mil compartilhamentos e mais de 21 mil curtidas. Muitos fãs do artista se manifestaram na página, agradecendo a homenagem. “Criolo, obrigada por dar voz e espaço à luta de quem vive às beiras do Rio Doce. Não há informação, não há punição, estamos todos jogados. Quem vai pagar pela nossa água?”, comentou uma jovem na publicação. Leia a transcrição do poema:

“Naquela barragem da mente
Se escondia um perigo
O que os olhos não veem
O coração se afunda no lixo
Mente podre que esconde o sumiço
Do amor mais puro do mundo
Morre gente
Morre planta
Morre bicho
Dentro de mim corria um rio
Um tanto verdade
E um outro tanto fingido”

 

(RG)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade