SIGA O EM

Policial militar vira suspeito de cabeça para baixo durante abordagem em MG; veja o vídeo

A PM informou que o caso está sendo analisado pela corregedoria da corporação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1083760, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Reprodu\xe7\xe3o/Internet', 'link': '', 'legenda': 'A\xe7\xe3o do policial foi filmada e viralizou nas redes sociais', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/11/01/820142/20161101150454358184o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 01/11/2016 15:01 / atualizado em 01/11/2016 15:34

João Henrique do Vale

Reprodução/Internet

A postura de um policial militar durante uma abordagem chamou a atenção de milhares de internautas. Durante a revista de um suspeito em Minas Gerais, o agente vira de cabeça para baixo um jovem na tentativa de identificar um produto ilícito que poderia estar escondido na roupa dele. A Polícia Militar (PM) abriu um procedimento para apurar a situação.

O vídeo da abordagem circulou nas redes sociais e provocou repercussão. Nas imagens, dois policiais abordam dois jovens suspeitos. Os garotos são colocados de frente para a parede e colocam as mãos na cabeça. Procedimento comum nas abordagens.

Porém, logo em seguida a postura de um dos policias chama a atenção. Enquanto um PM faz a revista tradicional de um jovem, ao fundo no vídeo, o outro militar coloca uma das mãos entre as pernas do suspeito e outra no ombro. Em seguida, usando da força física, vira o garoto de cabeça para baixo. Além disso, ainda sacode o menino.

Em nota, a PM informou que a abordagem “não está dentro do padrão de abordagem policial” previsto nas normatizações da corporação. “A Instituição possui cadernos doutrinários que disciplinam detalhadamente a forma segura e correta de realizar uma abordagem, garantindo o respeito aos direitos humanos e a segurança de todos os envolvidos. Há previsão de punição administrativa e penal se for o caso, para o Policial Militar que atua em desconformidade com o que é disseminado exaustivamente em nossos treinamentos”, disse.

De acordo com a PM, o vídeo foi enviado para a Corregedoria da corporação e ainda está sendo analisado.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
valmir
valmir - 07 de Novembro às 15:57
independente do que mostra na foto o que me lembro é do sequestro do ônibus 471 onde o povo na TV pedia "atiradores de elite" para abater o assaltante e sequestrador...eles pensavam que a realidade era um filme do Rambo ou do Schwarzenegger já que esse negocio de atirador de elite existe em filme...depois a PM fez o normal: atirou e matou a refém e estrangulou o maluco dentro da viatura...tudo dentro do normal
 
carvalho
carvalho - 07 de Novembro às 09:40
"Com uma arma na mão eu passo fogo no País, Eu posso tudo eu tô do da lado da Lei....."
 
Jose
Jose - 06 de Novembro às 19:38
Não vejo problema nenhum nesta abordagem pois o meliante não foi machucado. Os policiais precisam se proteger durante as abordagens.
 
Joeudes
Joeudes - 02 de Novembro às 15:03
A imagem é clara, não deixa dúvidas sobre o modo de revistar o menor. Será que o policial pensou que o menor era cofrinho?
 
Nilson
Nilson - 02 de Novembro às 00:11
Salvo se tratar de individuo de notório conhecimento da polícia, aqueles com histórico de tráfico de drogas, furtos, etc (PMs estão acostumados com ocorrências envolvendo mesmas pessoas múltiplas vezes) é muito humilhante ser revistado pela polícia, ainda que no padrão da cartilha do comando. Já da forma do vídeo, é flagrante violação dos direitos. Mas, se for drogado, traficante ou usuário notório, parabenizo o PM. Direito é para humanos direitos.
 
André
André - 01 de Novembro às 22:17
Isso deve ser dimenor que acha que pode fazer tudo. Ri da cara dos pms que sabem que não serão presos mesmo se tiver 40 pedras de crack no bolso. Lei brasileira é assim. Um dia ainda será assaltado por um dimenor e saiba que não dará nada pra ele, não reaja, pois ele é vitima da sociedade.
 
Valerio
Valerio - 01 de Novembro às 22:15
Corretísimo, Não fez nada demais. Não machucou o garoto...
 
Paulo
Paulo - 01 de Novembro às 21:14
O vídeo apenas demonstra o nível de formação educacional de um policial militar e o quanto nós cidadãos honestos corremos risco diante de uma abordagem desqualificada e desumana. Alguns ainda dizem que a policia de Minas é a melhor do Brasil.
 
edson
edson - 01 de Novembro às 21:08
Não vamos julgar precipitadamente. A polícia existe para proteger a sociedade. Não vamos generalizar levando em consideração alguns desvios de conduta. Neste caso, temos que saber o que foi dito durante o diálogo entre o policial e o abordado. O certo é que estes vagabundas estão muito folgados, inclusive muito valentes e impiedosos quando estão com arma em punho praticando assaltos. Não respeitam ninguém, nem mesmo uma criança.
 
Marcos
Marcos - 02 de Novembro às 12:18
APOIADO! |MP|
 
joel
joel - 01 de Novembro às 18:48
Uai, sô! O guarda só sacudiu o rapaz à procura de algum ilícito. Sequer deu um tapa.
 
fred
fred - 01 de Novembro às 18:39
Vamos dar uma medalha para o policial. Bandido bom é bandido....... na cadeia. Vou escrever assim para não sensurarem meu comentario. O direito dusmanu é a única lei desse pais.
 
Carlos
Carlos - 01 de Novembro às 18:01
Perfeita a abordagem.Parabéns ao policial.
 
Edson
Edson - 01 de Novembro às 17:42
Muito bom essa abordagem e não tem dessa que punir o camarada que está fazendo seu serviço. Direitos humano no Brasil só serve para defender vagabundo enquanto vagabundo assalta o trabalhar que acorda as 4 hs da manhã para ir trabalhar.... O policial não agrediu, não machucou o camarada que manteve sua integridade física intacta, vamos para com essa palhaça de direitos humanos para vagabundo, por eles não perdoam ninguém não, não querem saber se vc é pai ou não, se trabalha não, se quando assaltada um pobre coitado que não o que oferecer, ainda batem na cara do trabalhador.....
 
Marcos
Marcos - 02 de Novembro às 12:17
APOIADO! |MP|
 
Gustavo
Gustavo - 01 de Novembro às 16:16
Se essa moda pega, de filmar abordagens da PM de MG. Uma boa parte, vai pra RUA...
 
Joeudes
Joeudes - 02 de Novembro às 15:05
É muita sacanagem filmar as bandidagens dos policiais, assim não dá.
 
CELSO
CELSO - 01 de Novembro às 16:12
Esse "pessoal" acha, que policiais, tem que tratarem os BANDIDOS, com flores, vinhos e doces, quando são recebidos à bala, tem é que matar mesmo, isso aí foi pouco, foi para irrigar os vasos saguíneos, do cérebro, vai que a droga estava colada no corpo do DI MENOR.
 
Full
Full - 01 de Novembro às 18:46
Reaça fascista! É gente como você que apoia o aparelhamento repressivo do Estado, que só serve para oprimir nossa juventude pobre. Chegou a hora de acabar com as polícias! Chega de repressão!