SIGA O EM

Especial do EM sobre Mariana é reconhecido

Jornal Estado de Minas recebeu homenagem da Rede de Comunicadores Imagens e Vozes de Esperança (IVE)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1071404, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Reprodu\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'Clique e confira o especial Vozes de Mariana', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/09/12/803032/20160912081533735426e.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 12/09/2016 06:00 / atualizado em 12/09/2016 08:21

Márcia Maria Cruz

Reprodução
O caderno especial Vozes de Mariana, publicado um mês depois do rompimento da Barragem de Fundão, que destruiu Bento Rodrigues e outros seis distritos de Mariana (Região Central de Minas) e resultou na morte de 19 pessoas, recebeu láurea de reconhecimento da Rede de Comunicadores Imagens e Vozes de Esperança (IVE). A homenagem foi entregue durante o Encontro IVE Brasil – Comunicação Construtiva – Novas Narrativas em Tempos Difíceis, ocorrido entre os dias 9 e 11 de setembro.


A entidade faz parte da rede internacional Images and Voices of Hope (IVOH), que incentiva trabalhos de comunicação e arte que contribuam para transformações positivas na sociedade. “Nesse trabalho de reportagem, os jornalistas contam histórias. Ao ouvir as pessoas atingidas pela tragédia, fazem um trabalho de interesse público”, afirma Débora Junqueira, que integra a coordenação coletiva da organização no Brasil.

No país, o movimento reúne comunicadores e artistas que buscam a construção e o incentivo de mídias que contribuam para uma visão mais apreciativa e equilibrada sobre os acontecimentos do mundo. O IVOH foi fundado em Nova York, em 1999.

INSPIRAÇÃO O especial Vozes de Mariana, com vídeo também produzido pela equipe de repórteres do Estado de Minas, foi inspirado no mais celebrado livro da escritora e jornalista bielorrussa Svetlana Alexievich, Prêmio Nobel de Literatura 2015. Na publicação, de 1997, Svetlana reuniu depoimentos dos que sobreviveram ao terrível desastre nuclear ocorrido em 1986.

O especial, de autoria dos repórteres Alexandre Guzanshe, Fred Bottrel, Daniel Camargos, Márcia Maria Cruz e Pedro Rocha Franco trouxe os relatos de dor, sempre contadas em primeira pessoa, de moradores e personagens diretamente afetados pelo rompimento da Barragem da Samarco (empresa controlada pela brasileira Vale e pela australiana BHP), em Mariana. Entre eles, o depoimento de Pamela Rayane, de 21 anos, mãe de Emanuelly Vitória, de 5, que morreu na tragédia e foi encontrada a 100 quilômetros de Bento Rodrigues. “A última coisa que tive da minha filha foi um beijo e mais nada”, relatou no vídeo.

Durante duas semanas, os jornalistas do EM mergulharam nas histórias de sobreviventes para apresentá-las em textos e vídeos. Gente que perdeu gente, gente que perdeu bens materiais, gente que perdeu as referências do passado, gente que ganhou traumas e cicatrizes. Nesse caderno especial, a palavra não esteve com autoridades nem com especialistas. Quem fala em Vozes de Mariana são brasileiros anônimos, vítimas do descaso criminoso: Douglas, Edinaldo, Geraldo, José Pascoal, Leonardo, Leontina, Marcelo, Marcos, Maria do Carmo, Marinalva, Miriam, Nívia, Onézio, Pamela, Paula, Sandra, Zezinho.

PARTICIPANTES DO TRABALHO

TEXTOS


Daniel Camargos


Márcia Maria da Cruz

IMAGEM E ÁUDIO

Alexandre Guzanshe

Fred Bottre

Pedro Rocha Franco  

EDIÇÃO DE TEXTOS


André Garcia

Carlos Marcelo Carvalho  


EDIÇÃO DE VÍDEO

Abner Barbosa

Fred Bottrel

 Juliana Sodré

Larissa Kümpel   

Lília Santos   

Maíra Cabral  

Maria Pereira  

EDIÇÃO DE ARTE   


Álvaro Duarte   

Júlio Moreira  

EDIÇÃO DE FOTOGRAFIA   

Sidney Lopes  


DESENVOLVIMENTO   

Rafael Mayrink   

Rodrigo Rocha  

MOTORISTAS   

Anderson Martins   

Gilmar Santarelle   

Paulo Menezes  

REVISÃO  

 Renato Mendes Oliveira  

EDIÇÃO DO ESPECIAL WEB   

Benny Cohen  

UX/UI   


Fabrício Martins

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600