SIGA O EM

Doações começam a chegar hoje às famílias de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo

Trata-se de parte das doações em dinheiro depositadas em três contas bancárias abertas pela administração da cidade colonial em favor das vítimas da maior tragédia socioambiental do Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 31/03/2016 06:00 / atualizado em 31/03/2016 07:30

Paulo Henrique Lobato /Enviado Especial

Um pouco de alento ao sofrimento dos desalojados de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, distritos de Mariana mais devastados pelo estouro da Barragem de Fundão. Hoje, às 9h, a prefeitura vai entregar a cada uma das 306 famílias um cheque nominal no valor de R$ 2.614,38. Trata-se de parte das doações em dinheiro depositadas em três contas bancárias abertas pela administração da cidade colonial em favor das vítimas da maior tragédia socioambiental do Brasil.

As contas arrecadaram R$ 1.123.669, mas o valor a ser distribuído hoje soma R$ 800 mil. O restante (R$ 323.669) será dividido, também em partes iguais entre as famílias, posteriormente, em data ainda não definida pela administração municipal. A divisão é resultado de votação dos próprios desalojados, que foi seguida pelo promotor Guilherme de Sá Meneghin, que acompanha o caso.

A novela da repartição do dinheiro arrecadado com doações teve capítulos interessantes. Em princípio, cogitou-se a possibilidade de o valor continuar rendendo nas contas bancárias e ser usado para financiar a educação de crianças. Mas, como nem todos os desalojados adultos têm filho, a proposta foi revista. Os critérios foram finalmente aprovados em projeto de lei pela Câmara Municipal, sancionada pelo prefeito Duarte Júnior. O texto foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial do Município.

SHOWS É bom lembrar que as doações de hoje não incluem os cerca de R$ 800 mil arrecadados por artistas, em shows em BH e em São Paulo, e que vão contemplar projetos socioambientais na Bacia do Rio Doce. A banda americana Pearl Jam, que em novembro passado se apresentou na capital mineira, doou US$ 100 mil (cerca de R$ 360 mil à época). Mais R$ 440 mil foram conseguidos no show “Sou Minas Gerais”, em BH e em São Paulo, com Caetano Veloso, Jota Quest, Milton Nascimento, entre outros.

As vítimas também serão beneficiadas por um leilão de objetos doados por famosos. O ex-jogador Zico disponibilizou uma camisa da Seleção Brasileira usada na Copa do Mundo de 1982. O apresentador Faustão encaminhou um relógio e a apresentadora Ana Maria Braga, um livro de receitas autografado. Ainda não há data para o leilão.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600