SIGA O EM

Município de Mariana vai entrar com ação contra a Samarco por perda na arrecadação

A prefeitura deixou de receber cerca de R$ 4 milhões mensais da mineradora, segundo o prefeito Duarte Júnior

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1008607, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Paulo Filgueiras/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'O Prefeito Duarte J\xfanior informou que a a\xe7\xe3o deve ser entregue \xe0 Justi\xe7a em 30 dias', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/02/27/738240/20160227150012742778o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 27/02/2016 14:51 / atualizado em 27/02/2016 16:19

Paulo Henrique Lobato /

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press

O município de Mariana vai ajuizar uma ação contra a Samarco por perda na arrecadação de receitas. Desde novembro, quando o governo estadual embargou as operações de minério da empresa, em razão do estouro da Barragem de Fundão, a prefeitura deixou de receber cerca de R$ 4 milhões mensais da própria Samarco.

"A empresa não está tendo comprometimento com toda a cidade de Mariana. Vamos entrar com a ação em 30 dias. A perda da receita só não é pior porque vamos receber uma quantia da Vale, referente a transporte de minério", disse o prefeito da cidade colonial, Duarte Júnior.

A quantia a qual ele se refere é uma antiga disputa pela cobrança de impostos entre cidades mineradora e empresas do setor. Mariana receberá R$ 19 milhões, sendo 30% em março e o restante em quatro parcelas mensais.

"Vamos usar o dinheiro para pagar a folha dos servidores e outras despesas, mas deixaremos de investir em reforma de escolas, postos de saúde etc", lamentou o prefeito.

Em nota, a Samarco informou que adina não foi notificada sobre o assunto. Por isso, não vai comentar o caso.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600