SIGA O EM

Criminoso se veste de super-herói para assaltar padaria em Minas

Há também registros de adolescente que furtou loja e dormiu antes da fuga e de motorista que acionou socorro para um carro com placas clonadas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 09/02/2016 06:00 / atualizado em 09/02/2016 09:42

Paulo Henrique Lobato /Enviado Especial


O carnaval no interior de Minas Gerais está marcado por muita alegria, mas também por ocorrências policiais inusitadas. De tão cômicas, algumas parecem brincadeiras de 1º de abril. Há registros de criminoso que se fantasiou de super-herói para assaltar uma padaria, de adolescente que furtou uma loja e caiu no sono antes da fuga, de motorista que acionou o socorro para um carro com placas clonadas, entre outras.

Em Poços de Caldas, no Sul do estado, um homem de 24 anos colocou uma máscara do Homem-aranha, entrou numa padaria e levou o dinheiro do caixa. Ele fugiu a pé. Para seu azar, militares que faziam a ronda na região desconfiaram do “folião”. Os policiais encontraram uma faca e a quantia de R$ 171, número que, no Código Penal, corresponde ao crime de estelionato.

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, um rapaz de 17 anos entrou numa loja do Independência Shopping, na madrugada do último sábado, e encheu duas mochilas com aparelhos celulares e eletroeletrônicos. Antes da fuga, ele decidiu por uma cochilada. O adolescente foi acordado, já pela manhã, por seguranças do mall, que acionaram a Polícia Militar.

Funcionários da loja encontraram o rapaz num sono pesado sobre caixas de papelão. Para garantir o conforto, o rapaz usou um travesseiro, que estava à venda na loja de departamento. Antes de pegar no sono, o jovem ainda consumiu uma barra de chocolate e uma garrafa de água de coco. De acordo com a PM, havia 22 aparelhos de celulares, 22 tablets, dois notebooks e dois videogames nas mochilas.

Já em Divinópolis, no Centro-Oeste, um motorista de 27 anos foi detido depois de se envolver num acidente de trânsito. Ele chamou o guincho e, durante o resgate, policiais descobriram que o carro tinha placas de outro com queixa de roubo, em novembro passado, em Contagem, na Grande Belo Horizonte.

A 330 quilômetros de lá, em Tapira, no Alto Paranaíba, um jovem, embora machucado, precisou fugir às pressas do Pronto Atendimento Municipal para não voltar a apanhar de dois rapazes com quem havia se desentendido na madrugada de segunda-feira.

Machucado, o jovem foi encaminhado para a unidade de saúde, mas os dois agressores foram ao local, quebraram portas, janelas e um aparelho de televisão. Receoso, o ferido, que estava sendo atendido naquele momento, saiu às pressas. Seu paradeiro é ignorado pela PM.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600