SIGA O EM

SLU reforça o "bloco da limpeza" para recolher lixo das ruas no carnaval

Somente no último fim de semana de pré-carnaval foram recolhidas 90 toneladas de resíduos e gastos 93 mil litros de água de poços artesianos para lavar as vias depois da passagem dos blocos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 998007, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'PBH/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'A limpeza contempla a concentra\xe7\xe3o, o desfile e a dispers\xe3o dos blocos', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/02/02/730879/20160202183739780293u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 02/02/2016 18:15 / atualizado em 02/02/2016 19:24

Pedro Ferreira

PBH/Divulgação
Somente no último fim de semana de pré-carnaval a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) recolheu 90 toneladas de lixo das ruas das regiões Centro-Sul, Barreiro, Nordeste, Noroeste e Pampulha. Para garantir a cidade limpa depois da passagem dos blocos carnavalescos, um outro bloco vai entrar em cena, o da limpeza. No sábado e no domingo, a SLU usou detergentes, sabão em pó, água sanitária e cerca de 93 mil litros de água de poços artesianos do município para limpar ruas e avenidas, trabalho que foi feito por cerca de 300 garis, 11 caminhões basculantes, oito compactadores, três caminhões-pipas e 470 contêineres, com capacidade para 240 litros de lixo, cada um. Mais de 250 bocas de lobos foram limpas somente na região central.

Para o carnaval, a prefeitura informou que a limpeza urbana está garantida todos os dias da folia. Serão mais de mil profissionais envolvidos na varrição e recolhimento de resíduos das vias públicas. O trabalho será em toda a cidade, mas com destaque para as regiões Centro-Sul e Leste, onde são esperadas as maiores concentrações de foliões. “Moradores e turistas, com certeza, guardarão boas recordações do Carnaval de Belo Horizonte”, garante o superintendente da SLU, Custódio Mattos.

Serão disponibilizados mais de 500 contêineres para lixo comum e materiais recicláveis, com capacidade para 240 litros de resíduos cada um. Para a limpeza ser completa, 80 caminhões estão a postos, entre compactadores, basculantes e pipas. Toda a água utilizada na lavação das vias virá de poços artesianos da Prefeitura. Segundo as diretorias Operacional e de Gestão e Planejamento da SLU, em todos os pontos da cidade, equipes estarão de plantão para eventuais ocorrências.
De acordo com a SLU, a limpeza contempla a concentração, o desfile e a dispersão dos blocos. “Assim, espera-se que todo o percurso da festa mantenha-se limpo. Os próprios garis estão ajudando no processo educativo, conversando com a população”, informou. Técnicos da Assessoria de Comunicação da SLU criaram frases com rimas e trechos de canções carnavalescas para os representantes dos blocos reforçarem, junto aos foliões, temas ligados à limpeza urbana e ao meio ambiente.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600