SIGA O EM

Final do Concurso de Marchinhas Mestre Jonas é marcado por brilho e alegria

A festa acontece no Mercado Distrital do Cruzeiro, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, e vai até a madrugada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 996823, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Rodrigo Clemente/EM/D.A Press ', 'link': '', 'legenda': 'Os amigos Thiago, Silvaney e Deyvs foram de cupido, Nero e Papa Francisco.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/30/729972/20160130210937149104u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 996824, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': 'O ge\xf3logo Ricardo Ferreira foi fantasiado de David Bowie ', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/30/729972/20160130211338105114a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 30/01/2016 20:55 / atualizado em 30/01/2016 21:24

Pedro Ferreira

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

Os foliões capricharam nas fantasias para a final do Concurso de Marchinha Mestre Jonas que hoje está acontecendo na noite deste sábado no Mercado Distrital do Cruzeiro, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O espaço ganhou luzes e decoração especial para a festa de carnaval que vai até 1h da madrugada. Um palco foi montado.

O advogado Deyvs Antony, de 27 anos, foi vestido de Papa Francisco, por admiração pessoal, segundo ele, que carregava um cálice vermelho. “Hoje, o Papa só vai tomar água e suco. O Papa está dirigindo”, brincou. O contador Silvaney Alves Santos, de 33, foi de cupido, com flecha e tudo. “Hoje eu pretendo fisgar um coração. Cupido normalmente ajuda as pessoas, mas sou um cupido egoísta. Primeiro, penso em mim, depois nas pessoas”, disse o contador. O técnico em enfermagem Thiago Souza, de 22, foi de Nero. “Aposentei o isqueiro. Não vou colocar fogo em nada. Meu foco hoje é outro”, brincou.

O geólogo Ricardo Oliveira, de 26, está de David Bowie, em homenagem ao cantor inglês que morreu recentemente. “Eu o admirava muito. Grande perda para o rock”, lamentou. Mas, o momento é festa, segundo ele. Ricardo conta que pegou a calça emprestada da namorada e comprou uma peruca no Centro da cidade. “Eu mesmo fiz a maquiagem”, contou. O violão de infância, que foi revestido com cartolina vermelha, substituiu a guitarra.

O artista plástico e escritor Marcelo Xavier foi de camisa colorida e gravata borboleta vermelha. Está ansioso com o resultado do concurso. Ele é autor a marchinha Bela Adormecida, uma homenagem a Belo Horizonte, a "bela" que dormia o tempo todo no carnaval e que acordou para a folia, segundo ele. “Dei uma volta pela cidade hoje e a ela só respira carnaval”, comentou.

Helton Moreira Lima, de 25, canta a marchinha “Prefeito, libera o cooler”, que promete ser o hit do carnaval deste ano em BH. A música é inspirada no Decreto 16.203/2016, publicado recentemente pelo prefeito Marcio Lacerda proibindo a instalação de churrasqueiras, coolers ou similares nas ruas, mas que voltou atrás em sua decisão. Helter foi para a festa dentro de uma caixa de isopor e com uma camiseta com a logomarca de uma cerveja.

Essa é a quinta edição do Concurso de Marchinha Mestre Jonas e começou com 182 músicas inscritas. Dessas, 15 foram pré-selecionadas por uma curadoria e se apresentaram na semana passada. O júri escolheu dez, que foram para a final hoje. O resultado deve sair às 23h. O júri escolhe as três melhores e o público, por aclamação, a ordem de classificação. A entrada na festa custta R$ 60 a inteira, R$ 30 a meia entrada. A entrada do mercado é pela Rua Opala, no Bairro Cruzeiro, Região Centro-Sul de BH.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600