SIGA O EM

Ex-presidente da Samarco presta depoimento no Ministério Público de Minas Gerais

Ricardo Vescovi falou durante quatro horas, mas conteúdo do depoimento não foi divulgado. Ministério Público Federal pretende fazer acareação entre o ex-presidente e diretor afastado da empresa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 996689, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 24/11/15', 'link': '', 'legenda': 'Ricardo Vescovi deixou a presid\xeancia da Samarco em 20 de janeiro', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/29/729763/20160129204149649366o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 29/01/2016 20:30 / atualizado em 29/01/2016 21:02

Paulo Henrique Lobato /

Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 24/11/15

O ex-presidente da Samarco Ricardo Vescovi prestou depoimento no Ministério Público de Minas Gerais por quatro horas, na tarde desta sexta-feira, em Belo Horizonte. Ele começou a responder às perguntas do promotor Carlos Eduardo Ferreira Pinto às 15h10. Respondeu a última por volta das 19h.

Vescovi entrou e deixou a sede do MPMG sem conversar com a imprensa. O promotor também não concedeu entrevista.

O promotor também faria a oitiva do ex-diretor de operações Kléber Terra, inicialmente agendada para 17h. Em razão da demora no depoimento anterior, a oitiva de Kléber foi transferida para a próxima semana. Ele também entrou e deixou a sede do MPMG sem conversar com a imprensa.

Ricardo Vescovi deixou a presidência da Samarco em 20 de janeiro. No dia 13, ele havia sido indiciado pela Polícia Federal por crime ambiental.

Já o Ministério Público Federal adiantou que fará uma acareação entre Vescovi e Terra, devido a depoimentos contraditórios à Polícia Federal. 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600