SIGA O EM

Conselho da Samarco ordenou que casas destruídas pela lama sejam reconstruídas este ano

Local para construção das novas moradias ainda não foi definido

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 994474, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Tulio Santos/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/25/728247/20160125233537120173i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 25/01/2016 19:37 / atualizado em 25/01/2016 23:47

Agência Estado

Tulio Santos/EM/D.A Press

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, afirmou nesta segunda-feira que o conselho de administração da mineradora Samarco determinou que todas as casas das cidades mineiras de Bento Rodrigues e Barra Longa atingidas pela ruptura da barragem da empresa em Mariana (MG), em novembro do ano passado, sejam reconstruídas até o fim deste ano.

As declarações foram dadas em entrevista no Palácio do Planalto, após reunião entre representantes da Vale e BHP (controladoras da Samarco), a presidente Dilma Rousseff e os ministros Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Luís Adams (Advocacia Geral da União). Murilo Ferreira não estava na mesa da coletiva, mas pediu a palavra para elencar as ações que a companhia vem adotando.

Murilo destacou que todas as famílias atingidas em Bento Rodrigues e Barra Longa já foram remanejadas para casas alugadas pela empresa até o Natal deste ano. "Existem algumas exceções de pessoas que preferiram ir para casas de parentes, mas foi oferecido aluguel. De tal forma, que Bento Rodrigues e Barra Longa não têm nenhuma pessoa desabrigada", disse.

O presidente da Vale ressaltou também que seis pontes em Barra Longa serão reconstruídas até o final de janeiro deste ano. Ele lembrou ainda que todas essas famílias já estão recebendo cartões de assistência financeira e recebendo assistência psicossocial. "As crianças todas têm kit escolar completo", acrescentou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600