Publicidade

Estado de Minas

Belo Horizonte tem sábado com pré-carnaval e ensaio de blocos

Bloco Trema na Linguiça fez desfile pelas ruas da Savassi e do Bairro São Pedro. Já o Baianas Ozadas realiza ensaio no Largo da Saideira


postado em 23/01/2016 12:50 / atualizado em 23/01/2016 19:47


Ver galeria . 5 Fotos Trema na Linguiça desfila na Savassi e no Bairro São Pedro, na Região Centro-Sul de BH
Trema na Linguiça desfila na Savassi e no Bairro São Pedro, na Região Centro-Sul de BH (foto: )
Dois dos maiores blocos de rua de Belo Horizonte fazem o clima do Carnaval 2016 chegar mais cedo. O Trema na Linguiça realiza seu desfile característico de pré-carnaval pelas ruas da Savassi até o Bairro São Pedro, na Região Centro-Sul da capital. Enquanto isso, o Baianas Ozadas faz ensaio na tarde deste sábado, no Largo da Saideira, no Bairro União, na Região Nordeste.

Os organizadores do 'Trema' esperam seis mil foliões, três vezes o público do ano passado. "Fomos precursores do Carnaval de rua de BH. Hoje vem gente do Brasil inteiro, Rio, São Paulo, Brasília", afirma o presidente do bloco, Carlos Rocha, o Jacaré. O bloco desfila pelas ruas Benvinda de Carvalho, passando pelas avenidas Getúlio Vargas e Cristóvão Colombo, na Savassi, até entrar pelas ruas Lavras e Major Lopes, no Bairro São Pedro, onde os foliões dançam ao som de antigos samba enredos. A festa segue até as 19h.

Foliões se divertem ao som de sambas-enredos na Major Lopes (foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)
Foliões se divertem ao som de sambas-enredos na Major Lopes (foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)

Os amigos Ana Mendes, Izabela Matta Machado, Luciana Clima com e Maurício Baragli moram no bairro e não perdem um desfile. "O bloco é muito bom e o evento está muito bem organizado", avaliou Luciana.

Amigos moradores do bairro São Pedro dizem não perder o desfile do bloco (foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)
Amigos moradores do bairro São Pedro dizem não perder o desfile do bloco (foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)

Muitos pais aproveitaram o dia para ir com os filhos, trajando belas fantasias para a folia. Uma vez que heróis e heroínas nunca saem de moda, gente de todas as idades se transformam em Mulher Maravilha, Super Homem e Chapolim Colorado.

(foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)
(foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)
A professoara Marise Marcia de Assis Margarida, de 50 anos, se fantasiou de Aedes Aegypti. " Minha fantasia é três em uma: zika, dengue e chikungunya"

Ensaio


Cerca de 400 ritmistas tocam clássicos do axé no ensaio do bloco Baianas Ozadas. Homens e mulheres de todas as idades dão uma demonstração do que o bloco fará no desfile da segunda de Carnaval.

A fonoaudióloga Flaviana Gomes Silva, de 33 anos, vem a todos os ensaios. "Desde o ano passado, venho a todos. É uma delícia", diz. Ela não espera a hora do Carnaval chegar para desfilar no Baianas, que é seu bloco favorito.

Flaviana Gomes Silva vai a todos os ensaios do Baianas Ozadas(foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)
Flaviana Gomes Silva vai a todos os ensaios do Baianas Ozadas (foto: Márcia Maria Cruz/EM/DA Press)

Confira o vídeo com parte do ensaio do Baianas Ozadas:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade