SIGA O EM

Expectativa de público para o Carnaval de 2016 em BH é de 1,6 mi de pessoas

A previsão foi feita nesta sexta-feira pela Belotur durante entrevista coletiva. Folia no Bairro Santa Tereza, Região Leste, vai poder ir somente até 19h

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 993724, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Rodrigo Clemente/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Expectativa de p\xfablico \xe9 maior do que o registrado em 2015', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/22/727420/20160122105419346585o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 22/01/2016 10:45 / atualizado em 22/01/2016 18:24

João Henrique do Vale , Rafael Passos

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

A folia em Belo Horizonte vem crescendo a cada ano e em 2016 não será diferente. A expectativa da Belotur é que a capital mineira recebe um público de 1,6 milhão de pessoas, 100 mil a mais do que o ano passado. Os blocos de rua poderão circular pelas ruas e avenidas da cidade, mas no Bairro Santa Tereza, na Região Leste, as apresentações só poderão seguir até 19h. Na Savassi, Região Centro-Sul, palcos fixos como os colocados em 2015 não serão instalados. Novidade deste ano serão os ônibus de graça que vão circular pela Avenida do Contorno durante os dias de festa.

Os recursos totais para o carnaval de 2016 sofreram uma redução em relação ao ano passado. Em 2015, cerca de R$ 5,7 milhões - R$ 3,5 da iniciativa privada e R$ 2,2 da prefeitura - foram empregados para realização da festa. Neste ano, a cidade recebeu por enquanto R$ 3,372 milhões.

Belo Horizonte vem se consolidando com carnaval de blocos de rua. Prova disso, segundo a Belotur, é que do público de 1,6 milhão de foliões, a previsão é que 1,3 milhão seja de pessoas que vão seguir os grupos pelas ruas e avenidas da cidade.

A Savassi, ponto tradicional de concentração, não terá palcos fixos por questões de segurança. “A intenção é que a Savassi seja uma área de circulação. Os blocos vão passar e os foliões vão atrás", afirmou a presidente da Belotur, Cláudia Pedroso. Os bares da região vão poder funcionar normalmente. Serão instalados gradis e banheiros químicos para atender o público local. No Bairro Santa Tereza, Região Leste de Belo Horizonte, como no ano passado, o horário da folia foi mantido até as 19h.

Palcos serão montados em três lugares da cidade, que vai contar com uma programação diurna nas regionais. Um deles ficará na Avenida Brasil, outro na Praça da Estação e o último no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no Centro de Belo Horizonte, que será voltado para o público infantil.

Neste ano, serão instalados 8 mil banheiros químicos. Os equipamentos não serão fixos e poderão ser transportados para outros pontos da cidade conforme a demanda. O número de ambulantes triplicou em 2016 em relação ao ano anterior. Segundo a Belotur, foram cadastrados 3.426 vendedores.

Ônibus gratuitos

A grande novidade neste ano será a circulação 14 ônibus pela Contorno que vai oferecer viagens gratuitas. Os serviços são ofertados por uma das patrocinadoras do evento. A expectativa é de atender aproximadamente 40 mil pessoas por dia. Os ônibus vão circular das 10h às 20h.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Henrique
Henrique - 22 de Janeiro às 14:52
Pena. BH já foi um lugar bom pra quem só curte carnaval pra descansar.
 
Ricardo
Ricardo - 22 de Janeiro às 11:29
Vamos para rua sambar, afinal motivos para a alegria não faltam.