SIGA O EM

PBH retoma pela segunda vez licitação para manutenção de abrigos de ônibus

Processo tinha sido suspenso na última terça-feira por causa de pedidos de esclarecimentos de empresas interessadas no edital

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 993611, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Cristina Horta/EM/D.A Press - 27/03/2014', 'link': '', 'legenda': 'Abrigos destru\xeddos s\xe3o comuns em Belo Horizonte', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/22/727376/20160122090201284516a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 22/01/2016 08:58 / atualizado em 22/01/2016 10:21

João Henrique do Vale

Cristina Horta/EM/D.A Press - 27/03/2014

Depois de dois adiamentos, a Prefeitura de Belo Horizonte retomou nesta sexta-feira a licitação para manutenção dos abrigos dos pontos de ônibus da capital mineira. O edital foi publicado em outubro do ano passado, mas por causa de impugnações e questionamentos apresentados por correntes aos termos do edital, sofreu atrasos. O último adiamento aconteceu na terça-feira.

Segundo a BHTrans, a suspensão aconteceu “em função de pedidos de esclarecimentos sobre o edital, apresentados por duas empresas interessadas em participar do processo”. A empresa respondeu os questionamentos feitos pelas concorrentes e retomou a licitação, o que foi publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do Município (DOM). Com a reabertura, as empresas devem entregar os envelopes até 09h45 do dia 27 da próxima quarta-feira. A abertura será 10h do mesmo dia.

A licitação foi lançada em outubro, mas acabou suspensa um mês depois, em cumprimento à determinação do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. Em novembro, o TCE solicitou
alterações no edital, que foram realizadas e permitiu nova publicação do documento.

Outra concorrência

Segundo a BHTrans, outra licitação está correndo para a implantação de 1,3 mil novas coberturas na área central e nos corredores da cidade. Porém, os endereços ainda não foram divulgados pela empresa que controla o trânsito na capital mineira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Luiz
Luiz - 22 de Janeiro às 14:38
Primeiro começar a punir o vandalismo de forma exemplar. Depois contratar empresas competentes para recuperar e replanejar. Só então fazer uma reforma que dure algumas dezenas de anos.
 
Noé
Noé - 22 de Janeiro às 10:53
Esses abrigos não protegem nem de chuviscos... Deveriam ser maiores e mais cobertos, senão não cumprem a função que lhe é proposta!
 
juliano
juliano - 22 de Janeiro às 10:30
Abrigo lixo! Assim tal como a politica dos funcionários que aprovam umas merdas dessas. Dalê MP. !!!! DESTRUA essa corjas que só levam porcentagens nesse país.