SIGA O EM

Saída de hotéis para casas alugadas chega para 50% das famílias atingidas pela lama em Mariana

Mesmo com a transferência de 754 pessoas, ainda restam 545 moradores para serem transferidos para imóveis; Ministério Público quer que todos sejam realocados até o Natal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 12/12/2015 18:45 / atualizado em 12/12/2015 19:12

Valquiria Lopes

Das 396 famílias dos distritos de Mariana e Barra Longa, atingidas pelo rompimento da Barragem do Fundão, 200 foram retiradas dos hotéis e levadas para casas alugadas pela empresa Samarco, dona do reservatório de rejeitos do minério de ferro. O número foi alcançado ontem, quando mais 12 famílias foram transferidas. Ao todo, 754 pessoas foram acomodadas nos imóveis escolhidos pelos próprios moradores, após levantamento das opções disponíveis pela Samarco. Segundo a mineradora, ainda falta fazer a mudança de 545 pessoas afetadas pela tragédia e que ainda permanecem em hotéis e pousadas de Mariana e em casas de parentes, na região.

Por meio de nota, a empresa informou que a ordem das mudanças segue prioridades definidas pelos próprios moradores durante reuniões realizadas duas vezes por semana pelos representantes das comunidades impactadas com a Samarco, o Ministério Público de Mariana e outros órgãos competentes. Ainda de acordo com a mineradora, as novas moradias são equipadas com móveis, eletrodomésticos, utensílios domésticos e enxoval, além de terem sido abastecidas com alimentos, água potável e produtos de limpeza e de higiene pessoal.

O Ministério Público de Mariana quer que todas as famílias desabrigadas em Bento Rodrigues e nos demais subdistritos atingidos pela lama que vazou da Barragem do Fundão passem o Natal em uma casa mobiliada, deixando os hotéis e pousadas onde estão alojadas desde o dia da tragédia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600