SIGA O EM

Prazer em ajudar

Depois de tragédia, solidariedade se espalha por Minas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/11/2015 06:00 / atualizado em 25/11/2015 10:47

Estado de Minas

Bruno Cantini/Atlético, Carlos Cruz/América/Divulgação, Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

FUTEBOL


Se três grandes times da capital dão show dentro de campo, fora dele quem brilha é a torcida. Na hora de ser solidário, a rivalidade não conta. Atlético e Cruzeiro fizeram, com sucesso, campanha de arrecadação de doações de água, mantimentos e roupas para as vítimas da tragédia em Mariana. O clube alvinegro disponibilizou pontos de recolhimento por três dias em sua sede, no Bairro de Lourdes, e na Arena Independência. No dia 18, cinco caminhões de donativos foram entregues à Defesa Civil de Minas Gerais. Só de água mineral, foram 22 mil litros. Já a torcida do time celeste aproveitou o jogo contra o Sport, no último dia 15, pela Séria A do Campeonato Brasileiro, para lotar dois caminhões com água mineral destinados aos habitantes de Governador Valadares, que não pôde mais fazer a captação do recurso do Rio Doce. Como o Brasil inteiro se mobilizou para ajudar as vítimas da tragédia com doações variadas, o América pensou diferente. No jogo que marcou o aceso do time à Primeira Divisão, a diretoria fez doação R$ 50 mil ao Comitê da Bacia do Rio Doce, contribuindo com a recuperação ambiental do rio após a tragédia.

CORREIOS - Papai Noel em Mariana

As crianças atingidas pela tragédia provocada pela ruptura da barragem da Samarco em Mariana vão ter um motivo para sorrir neste Natal. Voluntário há 21 anos, o Papai Noel Pedro Reis, de 62, segue hoje para a cidade mineira com uma equipe dos Correios, para buscar as cartinhas endereçadas a ele pelas crianças. “Vamos trazer para Belo Horizonte as cartinhas escritas pela garotada e viabilizar os presentes. No dia 19 de dezembro, o Papai Noel volta ao município para fazer a entrega dos presentes arrecadados. Vai ser muito emocionante. Sou corretor de imóveis e faço esse trabalho voluntário com muito prazer”, afirma Pedro Reis. Ele também é o Papai Noel oficial da Jornada Solidária Estado de Minas. Já foi homenageado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde recebeu a chave da cidade de Belo Horizonte. Já fez a chegada do bom velhinho na Praça da Liberdade, Cemig e nos Bombeiros.

Flavio Quick/Divulgação

FEDERAÇÃO MINEIRA DE AUTOMOBILISMO - Arrecadação de peso


A Federação Mineira de Automobilismo (FMA), por meio de sua diretoria, resolveu ajudar as vítimas da tragédia de Mariana. Com apoio do Servas (Serviço Voluntário de Assistência Social), que indicou os alimentos com maior carência, a FMA fez na semana passada as doações de arroz, açúcar, óleo de soja e vários outros tipos de alimentos totalizando quase dois mil quilos. “Diante do caos instaurado naquela região, não tivemos dúvidas de que investir as contribuições dos competidores para o auxílio naquela região seria de grande valia social. Esperamos sinceramente que outros setores da sociedade também possam destinar sua solidariedade porque, realmente, a situação por lá está catastrófica”, declarou Pedro Sereno, presidente da entidade.

Interface Comunicacao/Divulgação

MINAS SHOPPING - Uma loja bem pensada

Aproveitando a bem pensada iniciativa que faz parte da programação do Natal Solidário, o Minas Shopping ampliou as atividades da Loja do Bem, espaço lançado pela administração do centro de compras, em 1º de novembro, para arrecadar donativos para auxiliar instituições de caridade de Belo Horizonte. Com o incidente em Mariana, a Loja do Bem abriu também seu espaço para a arrecadação de itens essenciais para a população do povoado de Bento Rodrigues. Além de receber brinquedos para o Natal, é possível doar água potável, alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e de limpeza, copos, talheres e pratos descartáveis no piso 1 do Minas Shopping, das 10h às 22h. Os donativos são entregues diariamente às vítimas, em parceria com o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais.

NUPI - Crianças e pais entram na campanha

Atendendo a uma solicitação do Colégio São Miguel Arcanjo, o Núcleo Pedagógico Infantil (Nupi) também entrou na campanha de solidariedade às vítimas da tragédia. A escola mandou um bilhete para os pais dos alunos, convidando-os a entrar nessa rede de apoio com a doação de água para a população de Governador Valadares, afetada pelo lamaçal que contaminou as águas do Rio Doce. Foram recolhidos 220 litros de água, que serão entregues ao São Miguel que, por sua vez, fará a bebida chegar à cidade mineira,

Patrimar/Divulgação

GRUPO PATRIMAR - Construindo esperança

O Grupo Patrimar, que atua na área de construção civil, se solidarizou com as famílias desabrigadas pela tragédia do deslizamento das barragens em Mariana e lançou uma campanha solidária para arrecadação de mantimentos. Em parceria com a Força do Bem e Vingadores do Bem, dois grupos organizados de voluntários que fazem campanhas e ações beneficentes em Belo Horizonte, a construtora disponibilizou sete de seus estandes de vendas de vários empreendimentos para a coleta de doações para as regiões afetadas. A campanha arrecadou um caminhão-baú de porte pequeno de comida, água e roupas. As doações foram encaminhadas para o grupo de ajuda Vingadores do Bem, que fará toda a distribuição para as cidades vizinhas de Mariana, que também foram afetadas pelo desastre ambiental.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Marcos
Marcos - 25 de Novembro às 13:23
Aí está: mineiro não é solidário apenas no câncer. |MP|