SIGA O EM

Capa do Estado de Minas repercute nas redes sociais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/11/2015 06:00 / atualizado em 25/11/2015 09:00

Estado de Minas

Estado de Minas
A capa do Estado de Minas dessa terça-feira teve grande repercussão nas redes sociais. No Facebook, foram mais de 7,8 mil compartilhamentos até o início desta quarta-feira. Centenas de comentários compartilhavam o sentimento da manchete: “Não temos mais palavras. Só tristeza e indignação”. Nos perfis oficiais do EM (www.facebook.com/estadodeminas) e do Portal Uai (www.facebook.com/Portaluai), dezenas de leitores cobravam mais ação das autoridades e punição para os responsáveis pela tragédia de Mariana.

A imagem da capa do EM também chegou ao Facebook por meio do Portal Ciência, de onde teve mais de 12 mil compartilhamentos. “Será que isso tudo acabará em pizza, como quase tudo o que ocorre de grave neste país?”, perguntou o portal aos seus leitores. “A cobertura do Estado de Minas sobre a tragédia de Mariana tem sido excelente. Acho que foi a melhor cobertura da tragédia na (mídia) impressa. E, sem dúvida, foi a melhor do jornal em anos”, comentou o leitor Tiago Dare, no Facebook.

A capa também repercutiu no Twitter (@em_com e @portaluai) e no Instagram (@emimagem), onde diversos leitores ressaltaram a importância de se apurarem a fundo as causas da tragédia e, sobretudo, de punir exemplarmente os responsáveis pelo maior desastre ambiental do estado. "Estado de Minas, traduzindo (há semanas) nosso sentimento com relação a essa tragédia", comentou a leitora Lari R. (@Lari_lrm), no Twitter.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Robson
Robson - 25 de Novembro às 19:09
PIMENTEL, amigo das Mineradoras, teve seu PL 2946 APROVADO pelos DEP ESTADUAIS...è bom le-lo, mas visava FACILITAR a liberação de licenças ambientais..
 
Pedro
Pedro - 25 de Novembro às 15:28
Não custava nada citar nesta página a equipe de redação e de campo que trabalharam nas matérias. Jornalistas, fotógrafos....etc
 
Gilney
Gilney - 25 de Novembro às 10:44
Parabens mesmo aos Diarios Associados pela cobertura massiva desta tragédia. Ao contrário da dita imprensa nacional, principalmente Globo, que só recentemente despertou e viu que a tragédia era nacional e nao apenas regional.