SIGA O EM

Samarco começa a pagar salário mínimo às famílias em dezembro

MP deu o prazo até segunda-feira para a mineradora apresentar um plano definitivo de alocação das famílias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2015 16:53 / atualizado em 16/11/2015 17:21

Renan Damasceno



A Samarco vai pagar um salário mínimo, mais 20% por dependente e uma cesta básica às 300 famílias atingidas pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora, há 11 dias, em Bento Rodrigues. Em resposta ao Ministério Público, a mineradora assegurou que o pagamento será efetuado a partir de dezembro até o reassentamento definitivo dos cerca de 700 moradores.

“O valor que eles propuseram, a princípio, não é a posição do Ministério Público, nem dos desabrigados: é um salário mínimo, mais 20% por dependente, mais uma cesta básica. Entendemos que é pouco. Vamos discutir para adequar. O mais importante é começar a pagar”, afirmou o promotor Guilherme de Sá Meneghin.

“Inicialmente eles (Samarco) estão dizendo que será por período indeterminado, até serem reparados. Isso precisa ser discutido com a comunidade. Eles precisam ter uma reatividade econômica. Nós queremos que seja pago até a integral reativação econômica.”, afirmou.

O MP deu o prazo até segunda-feira para a mineradora apresentar um plano definitivo de alocação das famílias, que já decidiram em comissão que vão escolher outra região para reconstruir o distrito. Se não cumprir, o MP entrará com ação civil pública contra a Samarco.

“Eu quero que, segunda-feira, a Samarco fale, não para mim ou Ministério Público, mas para as pessoas que perderam tudo e a sociedade: quando esse drama vai acabar e quando serão reassentadas. Não aceitaremos prazo longo, terá de ser razoável”
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600