SIGA O EM

Cai para 12 número de desaparecidos após tragédia em Mariana

Bombeiros ainda buscam por nove funcionários da Samarco e três moradores de Bento Rodrigues. Quatro corpos aguardam identificação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2015 15:00 / atualizado em 16/11/2015 16:12

Estado de Minas

O Posto de Comando Unificado do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais em Mariana, Região Central do estado, retirou, no início da tarde desta segunda-feira, três nomes da lista de desaparecidos em razão do rompimento da barragem do Fundão. Com isso, o número de pessoas que ainda não foram encontradas depois do rompimento da barragem passa para 12, sendo nove funcionários da Samarco e três moradores de Bento Rodrigues. Quatro corpos aguardam identificação. Familiares das pessoas que foram retiradas da lista haviam pedido ajuda aos bombeiros, mas conseguiram fazer contato com o trio dias depois da tragédia.

Após a tragédia, Fernanda Maria da Silva, que mora em Cristalina, Goiás, fez a denúncia do desaparecimento da filha Mariana da Silva Santos, do marido de Mariana, Bruno dos Santos Souza e da filha do casal, Ana Clara dos Santos, que morariam no distrito de Bento Rodrigues. No entanto, dias depois ela disse ter conseguido fazer contato com os parentes que, segundo ela, trabalham em uma fazenda na região de Mariana. Como não soube dizer o local exato para que as equipes do Posto Unificado pudessem fazer contato pessoal, a Polícia Militar de Minas Gerais fez contato com a Polícia Militar de Goiás, que foi à residência de Fernanda e registrou um boletim de ocorrência com a declaração dela de que os parentes não estão desaparecidos.

Os próprios moradores de Bento Rodrigues, entrevistados pelos agentes públicos do Estado, já haviam atestado que aquelas pessoas nunca moraram naquele distrito. Com o registro feito pela Polícia Militar de Goiás e repassado à Polícia mineira, os nomes foram oficialmente retirados da lista de desaparecidos.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600