SIGA O EM

Moradores de Brasília arrecadam água para doar a Governador Valadares

Grupos se organizam voluntariamente para levar água à população da cidade, que teve o fornecimento interrompido há uma semana em função da tragédia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2015 09:17 / atualizado em 16/11/2015 09:22

Roberta Pinheiro / cbonline.df@dabr.com.br

André Violatti/Esp. CB/D.A Press

Fazer-se presente na vida do próximo por meio da solidariedade. Esse é o objetivo de muitos brasilienses que, mesmo sem se conhecer, estão se unindo em uma grande corrente de doação para arrecadar água para os moradores do município de Governador Valadares, cidade no leste de Minas Gerais. O fornecimento de água na região foi interrompido há uma semana em função da tragédia ambiental provocada pelo rompimento das barragens do Fundão e Santarém, propriedade da Samarco, em Mariana. Os resíduos das atividades da mineradora contaminaram o Rio Doce, que corta o município de Governador Valadares e é a principal fonte de abastecimento da cidade.

Ao todo, já são mais de 23 postos de arrecadação (confira quadro). “A gente começa a se colocar no lugar do outro. Comecei a imaginar se algo do tipo acontecesse aqui em Brasília e percebi que gostaria de ver pessoas de outros estados nos ajudando”, comenta a estudante Raquel Sampaio Reis, 21 anos. Quando começou a buscar por informações na capital do país, ela foi alertada que, se quisesse ajudar a população atingida em Minas Gerais, teria que organizar tudo por conta própria, sobretudo o transporte da água até os municípios. Raquel não imaginava, no entanto, que encontraria no meio do caminho tanta gente com o mesmo objetivo e a mesma vontade de atender as angústias da comunidade mineira.

Nascida em Governador Valadares, a administradora Stefani Rossi, 32 anos, abraçou a campanha. “Quando ouvi um áudio da minha mãe chorando enquanto informava que o Rio Doce tinha morrido, aquilo mexeu muito comigo. Só de lembrar, me arrepio”, conta. Toda a família de Stefani ainda mora no município. Em um primeiro momento, ela conta que a solidariedade veio por conta desse laço. “Mas, depois, a gente começa a se deparar com o sofrimento daquelas pessoas e não tem como não se comover”, acrescenta. Amanhã, a primeira parte das doações segue para a cidade mineira. Mas o grupo afirma que continuará arrecadando.

Em outro canto de Brasília, uma técnica em enfermagem de 21 anos criou um evento em uma rede social indicando pontos de coleta de doação de água para Governador Valadares e, em um dia, a página já tem mais de 2 mil pessoas confirmadas. “Nem estou acreditando ainda na proporção que teve. Estou muito feliz”, comenta. A ideia surgiu de uma conversa em casa, quando a mãe de Hyasmim Stephannye Leite viu uma foto das pessoas ajoelhadas na praça do município mineiro clamando por água. “Ver esse sofrimento me motivou. Amo ajudar o próximo, desde a escolha da minha profissão. A minha vida é essa. Ninguém sobrevive sem água”, justifica. As doações já começaram a chegar e os brasilienses sinalizaram à técnica em enfermagem que só um caminhão não será suficiente.

Locais de arrecadação

Águas Claras
» Bolos do Flávio (Avenida das Castanheiras, bloco A, lote 920)
» Estação Pizza (Avenida das Castanheiras, edifício Estação XVI)
» Loja Mamãe Colibri (Avenida das Araucárias, lote 1.205, lojas 3 e 4)
» Edifício Carlos Gomes (Praça Juriti, quadra 103)
» Academia Atlas (QS 5, Avenida Areal, lote 10)
» Rocks Açaí (Quadra 205, lote 1, loja 4)

Arapoanga
» Assembleia de Deus Madureira (ao lado do terminal de ônibus do Arapoanga - Contato: Ângela (61) 9119-2157

Asa Norte
» Galeria Boneka de Luxo Ateliê (112 Norte, bloco C, loja 2)
» Universidade de Brasília (Campus Universitário Darcy Ribeiro)
» Centro Acadêmico de Agronomia
» Centro Acadêmico de Letras
» ICC Sul

Asa Sul
» Bolos do Flávio (CLS 108, bloco B, loja 1)

Ceilândia
» QNN 22, conjunto F, casa 20 - Guariroba. Contato: Lucineide (61) 9181-0126
» QNO 3, conjunto M, casa 37A - Setor O
» QNN 1, conjunto C, lote 4 - Avenida Hélio Prates - contato: Erika (61) 8500-8545

Guará I
» Loja Vivi Festas (QI 12, conjunto K, número 33), segunda a sexta, das 9h às 18h

Guará II
» Bolos do Flávio (QE 13)

Feira do Guará
Sábado, das 9h às 12h

Lago Norte
» QI 7, conjunto 15, casa 3

Samambaia

» QN 114, conjunto 1, casa 50 - Residencial Bela Vista (ao lado da estação de metrô Samambaia Sul)
Santa Maria Sul
» Quadra 103, conjunto D, casa 12, contato: Rafael (61) 8222-0398

Santo Antônio do Descoberto (GO)
» Vila Maria Auxiliadora (Qd 115, lote 23)

Sobradinho
» Condomínio Serra Azul (Quadra 15, lote 5, casa 2)

Taguatinga Norte
» 4ª Igreja Presbiteriana (QNM 38, conjunto A, casa 11) das 8h às 10h
» Bolos do Flávio (QND 15, loja 5, Comercial N)

Mais informações: Raquel Sampaio Reis (61) 8473-6023
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600