SIGA O EM

Sobe para sete o número de mortos na tragédia de Mariana

Funcionário da Produquímica, terceirizada da Samarco, foi identificado por familiares na tarde desta sexta-feira. Ao todo, são 18 desaparecidos, sendo nove funcionários e nove moradores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/11/2015 14:06 / atualizado em 13/11/2015 16:17

Cristiane Silva

Foi identificado, no início da tarde desta sexta-feira, o corpo de Marcos Aurélio Moura, funcionário da Produquímica, prestadora de serviços da Samarco. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros e a prefeitura de Mariana, na Região Central do estado.

Marcos é natural de Mossoró (RN) e será enterrado nesse sábado no cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo (SP). Na tarde desta sexta-feira, familiares acompanham a liberação do corpo no cemitério de Santana, em Mariana. Um carro da funerária São Luiz levará o corpo para São Paulo. A família preferiu não conversar com a imprensa, lembrando que ele era muito reservado.  


Com isso, sobe para sete o número de mortos no rompimento das barragens Fundão Santarém. Dois corpos ainda aguardam identificação. Ao todo, são 18 desaparecidos, sendo nove funcionários e nove moradores. 

Nesta sexta-feira, bombeiros reforçam o trabalho de busca e resgate com 65 militares, totalizando 140 homens nas buscas. Os militares do Espírito Santo e Santa Catarina, com cães farejadores, continuam no local. O trabalho está concentrado em Bento Rodrigues, Barra Longa e na Barragem do Rio Doce.

“Em Bento Rodrigues, os bombeiros fazem buscas com cães e levantamentos para verificar a altura atingida pela lama e auxiliar os trabalhos das máquinas. As equipes continuam o trabalho de limpeza, jogando jatos de água para retirar a lama”, diz a nota da corporação. Na quinta-feira, foi instalado um posto avançado na base do Rio Doce para acompanhar os trabalhos no distrito de Candongas. A varredura também é feita pelo Rio Gualaxo.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600