SIGA O EM

Manifestantes ocupam praça de Mariana e farão caminhada até o Centro Histórico

No fim da tarde desta quinta-feira um protesto contra as mineradoras Samarco e Vale reúne grande aglomeração na Praça Gomes Freire, em Mariana. Manifestação seguirá até a Praça da Sé e depois haverá um debate

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/11/2015 18:18 / atualizado em 12/11/2015 19:37

Pedro Ferreira e Rodrigo Clemente


Manifestação toma conta da Praça Gomes Freire, em Mariana, no fim da tarde desta quinta-feira.

Representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da arquidiocese de Mariana e brigadas populares se reúnem na praça, de onde sairão em caminhada até a Praça da Sé, no Centro Histórico. Mais uma vez, o ato é contra as empresas de mineração Vale e Samarco.

"É necessário que a Samarco e a Vale assumam as responsabilidades, o que não está acontecendo. É necessário que o governo do estado reveja a situação das mineradoras em Minas, pois o que aconteceu aqui pode se repetir em qualquer outro lugar onde há mineração e bacias de rejeito", disse a presidente da CUT Minas, Beatriz Cerqueira.

Mais tarde, haverá um debate sobre o tema.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600