SIGA O EM

Deputados já têm assinaturas suficientes para criação da CPI das barragens e minerodutos

Requerimento deverá ser entregue ao presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nessa quarta-feira por volta do meio-dia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2015 20:27 / atualizado em 11/11/2015 09:01

Isabella Souto / , Paula Carolina /Estado de Minas

Os deputados Fred Costa (PEN) e João Magalhães (PMDB) conseguiram nesta terça-feira o número de assinaturas suficiente para a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que terá o objetivo de acompanhar e investigar as barragens e minerodutos do estado de Minas Gerais.

Com propostas parecidas, os dois deputados se uniram e depois de aprovada a sugestão da CPI saíram em busca das 26 assinaturas necessárias para sua criação. Até o início da noite desta terça-feira já haviam conseguido em torno de 40 assinaturas.

Com isso, o deputado Fred Costa informou que o requiremento será entregue ao presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Adalclever Lopes (PMDB), por volta do meio-dia dessa quarta-feira. "Esse número expressivo de assinaturas demonstra não só a preocupação da casa em torno da tragédia ocorrida em Mariana, mas o clamor popular", afirmou Costa.

Ele espera que tão logo o requerimento seja entregue, o presidente Adalclever Lopes tome as providências cabíveis o mais rápido possível para que a CPI comece a atuar. "Dada a magnitude dos últimos acontecimentos, esperamos que seja o mais célere possível, pois a sociedade cobra uma resposta. Em 2001, foi em São Sebastião das Águas Claras; em 2003, em Cataguases; em 2007, em Miraí; e agora essa tragédia infinitamente superior", afirmou.

A CPI deverá investigar não só o rompimento das barragens em Mariana, mas todas as barragens e ação dos minerodutos do estado. 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Marco
Marco - 11 de Novembro às 10:05
Esse negócio de CPI, já se tornou balela. O negócio é punir logo os culpados e fim de papo. CPI, é para dar tempo de criminosos se arrumarem para que não se descubra o fato culposo. EXEMPLO? mensalão, Petrobrás...e nós, vamos sendo tratados como idiotas...
 
Rui
Rui - 11 de Novembro às 08:38
Que piada! vão perder tempo com mais uma palhaçada pra enrolar os tolos.
 
Maria
Maria - 10 de Novembro às 23:58
É muita vontade de aparecer.
 
leonardo
leonardo - 10 de Novembro às 23:45
Se derem uma vasculhada profunda no "balcão de negócios de licenciamento ambiental" ocorrido em Minas nos últimos governos, vamos nos assustar e muito!