SIGA O EM

Agência vai autorizar Copasa a cobrar sobretaxa na Grande BH

Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae/MG) confirma que recebeu pedido da Copasa e que vai definir critérios nos próximos dias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 24/04/2015 20:42

Guilherme Paranaiba

Moradores de Belo Horizonte e de outras 15 cidades da região metropolitana que consumem mais água do que no ano passado começam a se preparar para uma conta mais alta em breve. Segundo o diretor-geral da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae/MG), Antonio Caram Filho, o órgão já avalia pedido oficial da Copasa para adoção de sobretarifa e vai autorizá-la. O modelo, segundo Caram, será apresentado provavelmente na semana entre 4 e 8 de maio, sendo submetido a consulta pública. A publicação final, autorizando a Copasa a aplicar o chamado mecanismo de contingência tarifária, deve ocorrer na segunda quinzena do mês que vem, informou.

Um provável percentual, valores e critérios são de responsabilidade da agência e serão anunciados em breve. Segundo a Arsae, o pedido oficial chegou na quinta-feira. O diretor já dá como certa a sobretaxa, lembrando que o momento exige redução no consumo. “Vamos ter sobretarifa, porque a agência vai autorizar. Muito provavelmente na semana de 4 de maio vamos submeter a proposta concreta a uma consulta pública. Por volta da segunda quinzena teremos condição de anunciar o modelo fechado. Tudo será feito de forma bem transparente”, acrescenta Caram.

A cobrança extra nas contas de quem consumir mais chegou a ser anunciada, inclusive, pelo governador, em 3 de março, quando Fernando Pimentel (PT) participou do lançamento do Pacto de Minas pelas Águas, celebrado em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). “É um instrumento importante, que vai incentivar o consumidor a se manter dentro da média ou abaixo dela. Se gastar acima da média, nós queremos sobretaxar. Se não mudarmos o hábito de consumo para economizar água, se não aumentar a captação, ou seja, se não chover, e for mantida a capacidade atual de reservação, nós vamos ter que racionar daqui a três ou quatro meses”, disse o governador, há quase 60 dias.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
sebastião
sebastião - 25 de Abril às 07:20
Houve época, que alguém mal informado, dizia: HERANÇA MALDITA. Agora o povo bem informado vê: ADMINISTRAÇÃO MALDITA. Haja vista, os roubos ao povo na administração fiscal de Lula e Dilma, com aumento de: 590%. Isso, os radicais petralhas, não falam. .
 
eduardo
eduardo - 25 de Abril às 07:10
Como sempre, na má administração, o povo honesto é que paga: Quem tem hidrometro, paga conta direitinho, vai ter sobretaxa na conta se não conseguir economizar água. E não se consegue economizar, pois quando não tem água na rede, eles mandam vento e o hidrômetro roda do mesmo jeito contabilizando como se fosse consumo de água, Agora quem tem gato, terreno invadido com ligação clandestina, vai continuar esbanjando, gastando e não será punido. Parabéns Copasa.
 
domicio
domicio - 25 de Abril às 06:13
Mais um presente destes petistas,daqui a 4 anos vem a nossa sobretaxa,VAMOS TIRAR ESTES PETISTAS DO LUGAR QUE O POVO IDIOTA COLOCOU.
 
Thiago
Thiago - 24 de Abril às 23:21
Estamos pagando o pato de fazendeiros que roubam agua de mananciais, roubo de mineradoras que utilizam agua limpa para beneficiamento, e o pato de vizinhos que sequer sabem o que é economia hídrica.
 
dalcio
dalcio - 24 de Abril às 22:29
Senhores, acho incrível como a verdade aparece tão distorcida, como pode a Copasa ser recompensada por gerir mal seus mananciais, quem pensa que economizando vai pagar menos está enganado, vão cobrar cada vez mais caro e de todos. A Verdade é que a empresa deveria ser multada e impedida de aumentar um centavo sequer nas contas, dizer que não existe água, é absurdo, crise hídrica é conversa, está faltando água é nos reservatórios da Copasa. Não falta água em Israel, nem na Arabia Saudita, o Brasil é um oásis infinito, se não chover não tem água, simples assim? Incompetência total e premiada.
 
Lucas
Lucas - 24 de Abril às 21:55
Pois é... acho que a maioria da população concorda com a cobrança extra pelo desperdício, porém como irão ficar as ligações clandestinas, os desperdícios por conta da própria copasa, os gatos que todos sabemos que alguém na rua possui? As chamadas ''ocupações pela terra'' que desperdiçam água a vontade e todos sabem disso? É complicado... mas necessário...