SIGA O EM

Rompimento de adutora deixa Juatuba e Mateus Leme sem água

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 12/03/2015 06:00 / atualizado em 12/03/2015 10:43

Jorge Macedo - especial para o EM

Mateus Parreiras


O rompimento de uma adutora de 400 milímetros que abastece Juatuba e Mateus Leme provocou desabastecimento e desperdício em parte das duas cidades da Grande BH, entre a noite de quarta-feira e a tarde de ontem. A tubulação pertence ao Sistema Serra Azul e arrebentou primeiro na tarde de ontem, obrigando a Copasa a fazer os primeiros reparos. Por volta das 20h30 o encanamento estourou de novo. A força da água foi tanta que abriu uma cratera no beco que faz esquina com a Rua Jener, no Bairro Canaã, em Juatuba. Milhares de litros de água tratada vazaram, derrubando barrancos e arrastando a vegetação até encontrar o Córrego Serra Azul, deixando para trás um rastro de destruição. No local, técnicos afirmaram que a movimentação do solo e a tempestade na região podem ter ocasionado a quebra da tubulação.

A família do moldador de móveis Fernando Edson Farias, de 48 anos, tomou um grande susto quando a tubulação se rompeu e a rua literalmente explodiu, atirando pedras e lama dentro da casa. “Tremeu tudo aqui dentro e depois um jato de água foi jogado nas paredes da casa. Ficou tudo imundo lá dentro, parecendo que tinha vindo uma enchente”, contou Fernando. Técnicos da empreiteira que presta serviço à Copasa vistoriaram o imóvel, garantindo à família que a estrutura não estava abalada. O metalúrgico Francisco dos Santos, de 56, conta que a água sumiu das torneiras depois do incidente. “Passamos a noite e o dia sem água, porque não tenho caixa-d’água, uso a que vem da rua. Meus filhos foram para a escola sem tomar banho e até para ferver um café tive de pedir para vizinhos que têm reservatório”, reclamou.

Ontem, uma retroescavadeira e um caminhão eram usados para abrir o solo em volta da tubulação, para que operários pudessem fazer os reparos. Os canos estavam deslocados e sobre a água empoçada no fundo do buraco era visível o rombo maior que uma mão aberta na estrutura tubular. A Copasa informou, por nota, que o abastecimento de água em Juatuba foi normalizado. Serra Azul é o terceiro maior reservatório de abastecimento de água de Belo Horizonte e atualmente acumula apenas 10,6% de seu volume.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Marcos
Marcos - 12de Março às 10:59
Caramba! Justo neste momento em que precisamos economizar!