SIGA O EM

Rompimento de adutora causa alagamento no Bairro São Gabriel

A água jorrou durante horas nesta quarta-feira na esquina das ruas Godajás e Loreto. Fornecimento de água em vários bairros foi interrompido

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/01/2015 07:28 / atualizado em 28/01/2015 09:38

Luana Cruz /



A água jorrou durante duas horas nesta quarta-feira na esquina das ruas Godajás e Loreto, no Bairro São Gabriel, Região Nordeste de Belo Horizonte. Uma adutora da Copasa rompeu durante a madrugada e causou um verdadeiro alagamento nas duas vias e em outras ruas no entorno. Um morador revoltado com a situação acionou a Polícia Militar (PM), antes mesmo da chegada de técnicos da companhia de água.

O leitor Allan Machado enviou um vídeo do vazamento, que começou por volta de 4h50. O aposentado Haroldo Machado mora em frente ao local do rompimento e contou o susto durante a madrugada. “Houve um estouro e vazou muita água. O barulho foi muito forte”, conta.

Segundo Machado, o problema começou no fim de semana. Na madrugada de sábado, o cano estourou pela primeira vez, rompendo o asfalto da Rua Loreto. De acordo com o morador, a água alcançou cerca de 1,5 m de altura na rua, quase invadindo as residências vizinhas. Por volta de 12h de domingo, técnicos da Copasa iniciaram a manutenção e continuaram na segunda-feira.

Às 16h de segunda, o trabalho foi encerrado e os operários cobriram a erosão causada pelo volume de água com massa asfáltica. No entanto, na madrugada de hoje ocorreu novo estouro. “A água veio muito mais forte desta vez”, relata Machado. Enquanto isso, moradores da Rua Loreto estão sem abastecimento, que foi interrompido para a manutenção.

Por meio de nota, a Copasa informou que o fornecimento de água precisou ser interrompidos nos bairros Aarão Reis, Eymard, Floramar, Guarani, Heliopolis, Minaslandia, Planalto, Primeiro de Maio, Providencia, São Bernardo, São Gabriel, São Paulo, Tupi e Aeroporto. Durante esse período, será realizada a manutenção da rede e a previsão é de que o serviço seja normalizado de forma gradativa na noite desta quarta-feira.

Allan Machado enviou o vídeo pelo WhatsApp do Estado de Minas. Colabore também: 31- 8502-4023

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Marcos
Marcos - 28 de Janeiro às 11:45
Deve haver registros reguladores dos diversos trechos. Divulgar seus locais e o modo de fechá-los seria uma boa medida para evitar tanto desperdício. Chamar a COPASA e até que compareçam ao local, a água de dias naquele trecho já se foi...
 
Marcio
Marcio - 28 de Janeiro às 09:57
Como as coisas mudam. Até bem pouco tempo , a maioria das pessoas não se importavam com o desperdício, nem ao menos ligam gratuitamente para os órgãos publico para informar não conformidades. Agora com a crise todo mundo é fiscal, e tome cacetada nos órgãos públicos. Hipocrisia.